Doutoramento em Estatística e Gestão do Risco

Ensino

Doutoramento em Estatística e Gestão do Risco

Entrou em funcionamento em 2009/2010. O número mínimo de créditos para a obtenção do grau é de 180 ECTS (6 semestres lectivos, 3 anos).

Objetivos

Para além de contribuir para a criação, preservação e difusão do conhecimento em Matemática nas especialidades de Estatística, Matemáticas Actuariais Económicas e Financeiras e, Probabilidades e Processos Estocásticos, são objectivos deste programa de doutoramento:

  1. proporcionar uma formação científica especializada de alto nível;
  2. proporcionar a prática de investigação avaliada e reconhecida;
  3. proporcionar ao estudante amplas possibilidades de internacionalização.

Plano curricular

A descrição sucinta deste plano curricular é a seguinte.

  1. O grau de Doutor será conferido após a aprovação na parte curricular do programa doutoral, a qual corresponde a unidades lectivas que totalizam 60 ECTS, e a realização e aprovação em provas públicas, requeridas pelo candidato, para apreciação e discussão de uma dissertação original, especialmente elaborada para este fim.
  2. O programa de Doutoramento está organizado em três áreas de especialização: Estatística, Processos Estocásticos, e Matemáticas Actuariais. Em cada área de especialização a parte curricular é constituída por disciplinas específicas dessa área de especialização e por disciplinas de opção.
  3. O curso de doutoramento desdobra-se numa formação inicial de base com três disciplinas obrigatórias e três opcionais, completada com a realização de duas disciplinas de seminário e projecto. As disciplinas obrigatórias e as opcionais terão que ser a realizadas, em princípio, ao longo do primeiro ano. Os seminários e projectos de investigação poderão, sob certas condições específicas, ter lugar no segundo ou no terceiro ano do programa, sob proposta da Comissão Científica. Para informações complementares consultar o regulamento do programa.

Plano curricular

Saídas profissionais

Carreiras docentes superiores no ensino universitário e politécnico, gabinetes técnicos de estudo e investigação em bancos, seguradoras sociedades gestoras de fundos de pensões de investimentos e de crédito, sociedades consultoras, sociedades corretoras, ingresso na carreira de actuário.

Regulamentos aplicáveis ao curso

Que podem ser descarregados na página http://ferrari.dmat.fct.unl.pt/personal/mle/DocPDEGR/PrgDoutoralEGR.html

  1. Regulamento n.º 347/2007, Regulamento Geral dos Ciclos de Estudos Conducentes ao Doutoramento da FCT-UNL — 3º Ciclo de Estudos Superiores, Diário da República, 2.ª  série — N.º 250 — 28 de Dezembro de 2007
  2. Regulamento nº 244/2010, Regulamento do ciclo de estudos conducente ao grau de doutor em Estatística e Gestão do Risco, Diário da República, 2.ª série — N.º 51 — 15 de Março de 2010.
  3. Regulamento n.º 215/2008, Regulamento para atribuição do título de Doutoramento Europeu — Diário da República, 2ªa série — N.º 82 — 28 de Abril de 2008. 

Regime

Consoante o número de inscritos em cada especialidade poderá haver aulas teóricas, sessões de problemas ou regime tutorial.

 

Exames de qualificação

Sendo essencial manter a qualidade da formação ministrada no programa doutoral, para a prossecução, em dissertação, do programa de estudos de doutoramento,

  1. é requerida, a cada aluno, a aprovação em dois exames de qualificação, um genérico e outro especifico consoante a especialidade;
  2. os conteúdos programáticos e as modalidades dos exames de qualificação são fixados pela Comissão Científica com a antecedência necessária à preparação prévia dos estudantes;
  3. por decisão devidamente justificada da Comissão Científica, os alunos que tenham na maior parte das unidades curriculares relevantes do seu plano de estudos uma classificação superior ou igual a 15/20 valores poderão ficar dispensados dos exames de qualificação.

Doutoramento Europeu

No programa doutoral é possível a atribuição do título de Doutoramento Europeu pressupondo o preenchimento das seguintes condições cumulativas:

  1. A realização de um período de estudos ou de investigação numa universidade de outro país europeu, no âmbito da preparação de tese, com a duração mínima de um trimestre;
  2. A exigência de dois pareceres favoráveis à aceitação da tese de doutoramento, emitido por professores pertencentes a duas instituições de ensino superior de dois países europeus, além daquele onde a tese vai ser defendida;
  3. A inclusão, no júri de doutoramento, de um membro oriundo de uma instituição de ensino superior de um outro país europeu diferente daquele onde a tese vai ser defendida;
  4. Uma parte da defesa da tese de doutoramento deverá ser feita numa língua oficial da comunidade diferente da do país onde a tese vai ser defendida.

Horário de funcionamento:

o núcleo central da escolaridade requererá um máximo de 12 horas semanais para os quais é necessária uma disponibilidade de 6 horas por dia, em dois dias. Os horários serão definidos de acordo com as disponibilidades dos intervenientes.

Propinas:

Estudantes nacionais: 2.750€

Estudantes internacionais: 2.750€

Prazo de candidatura:

1ª Fase: 7 de abril a 23 de junho
2ª Fase: 26 de agosto a 15 de setembro
3ª Fase: a divulgar oportunamente

Candidaturas

Condições de acesso para o ano letivo de 2017/2018

Vagas para 2017/2018 :

25

Regras de acesso:

Para ingressar o programa de doutoramento, o candidato deve satisfazer as condições estabelecidas na legislação nacional, nos normativos da UNL e da FCT NOVA, e respeitar pelo menos uma das condições expressas nas alíneas seguintes:

  1. Possuir o grau de mestre, ou equivalente legal  com uma classificação final mínima de catorze valores;
  2. Possuir o grau de licenciado e ser detentor de um currículo escolar ou científico especialmente relevante, que seja reconhecido pelo conselho científico da FCT NOVA como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos;
  3. Ser detentor de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido pelo conselho científico da FCT NOVA como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos.
 

Local e forma de candidatura: 
online na página da FCT/UNL 

 

Documentação do processo de candidatura:
Deverão ser inseridos os seguintes documentos digitalizados na página de candidatura para o programa, no sítio da FCT NOVA:

  1. Certificado de habilitações discriminando as classificações obtidas nas disciplinas dos cursos em que se diplomou;
  2. Curriculum vitae e profissional detalhado;
  3. Carta de candidatura ao programa contendo a justificação da candidatura;
  4. Documento de identificação;
  5. Fotografia permitindo a identificação;
  6. Eventuais cartas de recomendação;
  7. Quaisquer outros documentos que atestem nível e preparação científica, capacidade de realização de projectos exigentes a médio prazo e outras qualidades consideradas relevantes para o programa de doutoramento, com um limite de cinco páginas.

Condições preferenciais de acesso:
Formação superior ao nível de licenciatura ou mestrado em áreas com adequada preparação de base em Matemática por exemplo: Matemática, Matemática Aplicada, Matemática Aplicada e Computação, Actuariado, Estatística, Investigação Operacional, Finanças, Economia, Gestão, Física, Engenharia Electrotécnica etc.

Critérios de seriação:

Curriculum Vitae, nível e qualidade da formação académica prévia, eventuais cartas de recomendação, características da eventual experiência profissional prévia, resultado da apreciação por um júri numa eventual entrevista.

Coordenador do curso:

Professor Manuel L. Esquivel

pdegr.coordenador@fct.unl.pt

Registo e Acreditação

DGES

Registo n.º R/A-Ef 3076/2011 em 18/03/2011

A3ES

Acreditação em 22/06/2015, por 6 anos

Sobre o Departamento de Matemática

O Departamento de Matemática (DM) é uma unidade de ensino e investigação permanente da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT NOVA). No DM são desenvolvidas múltiplas atividades no domínio da Matemática que vão do ensino e da investigação à promoção e divulgação, passando pela formação ao longo da vida e pela prestação de serviços à comunidade. O DM é constituído por 83 docentes, dos quais 79 são doutorados.

O DM é responsável pela Licenciatura em Matemática, pelo Mestrado em Matemática e Aplicações, pelo Mestrado em Ensino de Matemática no 3º ciclo do Ensino Básico e no Secundário, pelo Doutoramento em Matemática da UNL e pelo Programa Doutoral em Estatística e Gestão do Risco. O DM assegura ainda o ensino das disciplinas propedêuticas da área de Matemática dos diversos cursos da FCT NOVA.  

Saber mais