Mestrado em Biotecnologia

Ensino

Mestrado em Biotecnologia

Entrou em funcionamento no ano letivo de 2006/2007. O número mínimo de créditos para a obtenção do grau é de 120 (2 anos).

Objetivos

O Mestrado em Biotecnologia da NOVA proporciona a formação ideal para o desenvolvimento duma carreira profissional de sucesso na área de Biotecnologia. Oferece um currículo interdisciplinar, essencial para o desenvolvimento de novas biotecnologias, que abrange as áreas científicas emergentes e ainda tópicos de desenvolvimento de negócios, aspectos éticos e legais.

A internacionalização do currículo é fortemente estimulada, bem como uma flexibilização dos perfis de formação e a contextualização de I&D em grandes áreas temáticas - Biotecnologia Molecular e Nanobiotecnologia, Biotecnologia Industrial, Bioempreendedorismo e Transferência de Tecnologia.

Os estudantes são acolhidos num ambiente de elevada qualificação científica, em dois centros de investigação com reconhecimento internacional:  UCBIO e LAQV ; bem como em outros centros de investigação nacionais e internacionais com os quais se mantêm colaborações.  O IBET, a maior plataforma portuguesa de colaboração universidade/indústria na área de biotecnologia, e o ITQB, são também parceiros associados ao Mestrado em Biotecnologia. Este ambiente é determinante na formação adquirida, e proporciona o reconhecimento na prática do impacto directo da produção científica no desenvolvimento dos produtos da Biotecnologia.

Plano curricular

Saídas profissionais

A versatilidade e elevada qualidade da formação em Biotecnologia, proporciona excelentes oportunidades profissionais a nível nacional e internacional – abrangendo actividades em Investigação e Desenvolvimento, Transferência de Tecnologia e Inovação, Produção e Controlo de Qualidade, Gestão ou Serviços Comerciais, Formação/Ensino, em Universidades, Centros  de Investigação, Empresas e Indústrias nas áreas (Bio)Farmacêutica, Agro-Alimentar, Ambiental e Biomédica.

Para mais informações sobre saídas profissionais, consultar Website do Mestrado 

Para testemunhos de ex-alunos, consultar Website do Mestrado 

Propinas:

Estudantes nacionais: 1063,47 €/anual

Estudantes internacionais: 7000 €/anual (Redução de 60% para estudantes da CPLP)

Prazo de candidatura:

1ª fase: 6 de março a 23 de junho
(os candidatos que a 23 de Junho não tenham em seu poder o certificado de Licenciatura com indicação da média final podem candidatar-se desde que o apresentem no acto da matrícula (a decorrer no final do mês de Julho). Devem contudo fazer upload da documentação que comprove a média de Licenciatura indicada.

2ª fase: 26 a 31 de agosto

 

Candidaturas

Condições de acesso para o ano letivo de 2017/2018

Vagas para 2017/2018 :

25

Regras de acesso:

  1. Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal em licenciaturas das áreas de Ciências Exactas ou Tecnologia;

  2. Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1.º ciclo de estudos organizado, naquelas áreas, de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo;

  3. Titulares de um grau académico superior estrangeiro, naquelas áreas, que seja reconhecido como satisfazendo os objectivos do grau de licenciado pelo Conselho Científico da Faculdade de Ciências e Tecnologia;

  4. Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo Conselho de Departamento do Departamento de Química.

Critérios de seriação:

  1. Classificação de curso;
  2. Curriculum académico e científico;
  3. Curriculum profissional;
  4. Eventual entrevista.

Coordenador do curso:

Professor Carlos Alberto Gomes Salgueiro

mbt.coordenador@fct.unl.pt

Registo e Acreditação

DGES

Registo n.º R/A-Ef 3094/2011/AL02 em 06/07/2017

A3ES

Acreditação em 23/03/2015, por 6 anos

Sobre o Departamento de Química

O Departamento de Química (DQ) constitui uma unidade de ensino e de investigação da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) da Universidade Nova de Lisboa (UNL), vocacionada para a qualidade do ensino, o progresso da investigação e a prestação de serviços especializados à comunidade nas áreas fundamentais da Química, Engenharia Química e Bioquímica e Biofísica. O DQ, criado em 1981, tem reconhecida implementação no mercado de ensino e de trabalho, em particular devido à então novidade e especificidade introduzida pela Licenciatura em Química Aplicada, com o qual se iniciou o ensino da Química na Faculdade.

Saber mais