Faculdade

A Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT), uma das nove unidades orgânicas da Universidade Nova de Lisboa (UNL), situa-se no Monte de Caparica, num campus universitário com uma área de 30 ha, com capacidade de expansão até 60 ha.

Criada em 1977, a FCT/UNL é hoje uma das escolas portuguesas públicas mais prestigiadas no ensino de engenharia e de ciências, sendo frequentada por cerca de 7500 estudantes, dos quais cerca de 1400 são estudantes de pós-graduação (mestrado e doutoramento).

Desde a sua criação, a FCT/UNL deu prioridade à promoção da investigação nas suas áreas de actividade. Actualmente, a FCT/UNL acolhe 16 centros de investigação reconhecidos pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (dos quais 3 classificados com “excelente” e 6 com ”muito bom”), bem como 2 Pólos de centros de investigação (ambos classificados com “muito bom").

A qualidade académica da FCT/UNL tem-lhe proporcionado uma crescente afirmação junto das entidades empregadoras e conduzido a uma inserção bem sucedida dos seus diplomados no mercado de trabalho, circunstância que decorre também da acreditação dos seus cursos de engenharia pela Ordem dos Engenheiros.

A FCT/UNL mantém ligações estreitas com diversas universidades portuguesas e estrangeiras, no âmbito do ensino e da colaboração em projectos de investigação.

A produção científica da FCT/UNL inclui um elevado número de publicações em revistas internacionais de grande impacto que asseguram à FCT/UNL o reconhecimento das instituições congéneres.

A FCT/UNL tem cerca de 535 docentes e investigadores (484 doutorados) e 169 funcionários administrativos. Estrutura-se em 14 sectores departamentais e 8 serviços de apoio.

Através dos seus sectores departamentais e centros de investigação, a FCT/UNL presta serviços a entidades públicas e privadas nas suas áreas de especialidade.

O modelo de governo da FCT/UNL está definido nos seus estatutos e compreende os seguintes órgãos: O Conselho de Faculdade, o Director, o Conselho Executivo, o Conselho de Gestão, o Conselho Científico, e o Conselho Pedagógico.

O campus da Caparica em que a FCT está situada dispõe de infra-estruturas de ensino e de investigação modernas. O mais recente dos 20 edifícios é a Biblioteca, um ex-libris do campus pela sua concepção arquitectónica e funcionalidade. O campus inclui outras infra-estruturas, como residências de estudantes, campos desportivos, creche, posto de enfermagem, livraria, agência bancária, agência de viagens, loja de conveniência, cantina, vários restaurantes e cafés.

Os estudantes da FCT/UNL dispõem de todas as condições para uma aprendizagem eficaz, incluindo uma cultura de cordialidade na relação docente-aluno que não é frequente encontrar noutras escolas.

O acesso ao campus assenta numa rede de transportes públicos variada que inclui serviços combinados de barco, comboio, autocarro e metro de superfície (estação terminal “Universidade”, situada junto de uma das entradas da FCT e do Parque P7).

Criada em 1979, a Associação dos Estudantes da Faculdade de Ciências e Tecnologia (AEFCT) representa e defende os interesses dos estudantes em assuntos relacionados com a sua valorização cívica e com o ensino. A AEFCT organiza anualmente diversas actividades, como a Semana de Recepção ao Caloiro, o Fórum Pedagógico e o Fórum dos Núcleos da AEFCT, para além de outras actividades de carácter cultural, recreativo ou desportivo.

A AEFCT enquadra vários núcleos, como a anTUNiA (tuna masculina), a Tuna Maria (tuna feminina), os núcleos de Fotografia, Teatro, Cinema, Rádio, Aventura, bem como núcleos pedagógicos, dirigidos especificamente aos estudantes de alguns cursos. A AEFCT também encoraja os estudantes a integrarem equipas desportivas, nas modalidades de Rugby (campeões universitários nos últimos dois anos), Taekwondo, Futebol, Basquetebol, Vólei, Andebol, Hóquei em Patins e Atletismo.