Ensino

Diploma de Estudos Avançados em Engenharia Geológica para Obras em Meio Urbano

Entrada em funcionamento no ano letivo de 2010/2011. Número mínimo de créditos para a obtenção do grau: 60 ECTS

Objetivos

O crescimento acelerado das cidades e a necessidade do desenvolvimento sustentado do planeta acarretam uma contínua requalificação dos engenheiros e outros técnicos que estudam, projectam e executam as obras geotécnicas em meio urbano. Trata-se de uma envolvente onde abundam as limitações à execução destas obras devido, por um lado à intensa ocupação do solo e do subsolo e, por outro, à cada vez maior necessidade de ocupação de terrenos de fracas características geotécnicas, anteriormente preteridos, ou de terrenos já utilizados e em geral contaminados.
O Diploma de Estudos Avançados em Engenharia Geológica para obras em Meio Urbano (DEA-EGU) é promovido pelo Departamento de Ciências da Terra (DCT) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT NOVA), com a participação de doutorados nos domínios das Ciências de Engenharia e da Terra, maioritariamente pertencentes àquele departamento, coadjuvados por dois doutores do Departamento de Engenharia Civil (DEC), incluindo ainda sessões, designadas de seminários ou palestras, proferidas por diversos especialistas externos à FCT NOVA, nomeadamente de reputados cientistas, académicos ou técnicos. Com o DEA proposto, pretendem-se aumentar as capacidades dos potenciais participantes nos domínios em referência, proporcionando-lhes uma actualização ou aprofundamento dos conhecimentos científicos, técnicos e tecnológicos de ponta no âmbito das obras geotécnicas e resolver novos problemas e situações em contextos multidisciplinares de modo a contribuir para o desenvolvimento sustentado de zonas urbanas.
Na preparação do currículo do PEA-EGU, foi tida em atenção a evolução recente dos conhecimentos e exigências da indústria da construção no que se refere à observação de obras geotécnicas e à prevenção de riscos associados ao meio geológico e às actividades antrópicas que nele se desenvolvem, em particular no meio urbano já ocupado e, muitas vezes, profundamente modificado. 
O DEA-EGU está aberto, preferencialmente, a licenciados pré-Bolonha (cursos de 4-5 anos) ou a Mestres em Geologia, Engenharia Geológica, Engenharia Geológica e Mineira, e Georrecursos, com grau conferido por instituições de ensino superior nacionais ou estrangeiras reconhecidas pelos órgãos competentes da FCT NOVA. Também serão aceites técnicos municipais e quadros de empresas com intervenção preponderante no projecto ou na gestão e organização de obras públicas, mesmo que habilitados com outras licenciaturas, dependendo o acesso de avaliação curricular e de homologação pelo Conselho do Departamento de Ciências da Terra.

Número mínimo de inscrições

15

Plano curricular

Saídas profissionais

O programa proposto vai de encontro às necessidades de um conjunto importante de técnicos e investigadores que, nas suas actividades profissionais, careçam de um aprofundamento ou até de actualização de conhecimentos no domínio da Engenharia Geológica para lidar com os novos desafios que lhe são impostos em meio urbano, nomeadamente na gestão sustentada de terrenos contaminados ou de resíduos, incluindo a respectiva valorização como material de construção, e na monitorização de obras geotécnicas ou geoambientais. Neste contexto, as principais saídas profissionais serão no âmbito de empresas e instituições que se dediquem a:

  • Planeamento e Ordenamento do território;
  • Consultoria e projecto em engenharia geoambiental ou geotécnica;
  • Construção civil e obras públicas;
  • Gestão e valorização de resíduos.

Propinas

1.800 €

Candidaturas

De 9 de junho a 15 de julho

Candidaturas

Condições de acesso para o ano letivo de 2017/2018

Vagas para 2017/2018 :

15

Regras de acesso:

  • Licenciados pré-Bolonha, ou Mestres pós-Bolonha em Engenharia Geológica, Engenharia Civil, Engenharia de Minas, Geologia ou áreas afins com grau conferido por instituições de Ensino Superior, nacionais ou estrangeiras, desde que reconhecidas pelos órgãos competentes da FCT NOVA.
  • Licenciados de Bolonha ou Engenheiros Técnicos, detentores de um currículo escolar, científico ou profissional reconhecido pelo Conselho do Departamento de Ciências da Terra como atestando capacidade para realização do curso.

Critérios de seriação:

  1. Currículo académico e científico;
  2. Classificação do curso;
  3. Currículo profissional;
  4. Eventual entrevista.

Coordenador do curso:

Ana Paula Silva

apfs@fct.unl.pt

Sobre o Departamento de Ciências da Terra

Departamento de Ciências da Terra (DCT) da FCT NOVA, cujo regulamento foi recentemente revisto (DR 99, 2º série de 23 de Maio de 2011), constitui unidade  de ensino graduado e pós-graduado e de investigação, nos domínios da Ciência e Engenharia Geológica e nos destes afins ou interdisciplinares. Cabe-lhe, promover o desenvolvimento científico e tecnológico, a prestação de serviços, actividades de extensão universitária, e desenvolvimento de actividades de divulgação.

Saber mais