Diploma de Estudos Avançados em Engenharia Sanitária e Gestão Integrada de Resíd

Ensino

Diploma de Estudos Avançados em Engenharia Sanitária e Gestão Integrada de Resíduos

Entrou em funcionamento no ano letivo de 2007/2008. O número mínimo de créditos para a obtenção do diploma é de 60.

Objetivos

O ESGIR é realizado pelo Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente (DCEA) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, com a participação em sessões designadas por seminários ou em cursos monográficos proferidos por diversos oradores externos à FCT NOVA, nomeadamente cientistas, académicos ou técnicos de reputação nacional ou internacional.

O Diploma de Estudos Avançados em Engenharia Sanitária e Gestão Integrada de Resíduos – ESGIR – está organizado numa estrutura com um tronco comum e dois ramos (Engenharia Sanitária- ES e Gestão Integrada de Resíduos- GIR)

O Ramo de Engenharia Sanitária (ES) tem por objectivo formar técnicos orientados para a resolução de problemas específicos do Ambiente, designadamente o controlo de poluição, preparando-os para o exercício de actividade profissional nas áreas de programação, projecto, construção, exploração, conservação e avaliação do funcionamento de:

  • Infraestruturas de saneamento e controlo da poluição
  • Sistemas de abastecimento de água
  • Sistemas de drenagem e tratamento de águas residuais

O Ramo de Gestão Integrada de Resíduos (GIR) destina-se à formação especializada na gestão integrada de resíduos e na elaboração de projectos de sistemas de gestão e tratamento de resíduos, respondendo às necessidades actuais da sociedade e do mercado do sector dos resíduos. 
Para além de uma visão integrada, abordando os aspectos ambientais, sociais, económicos, tecnológicos e legais da gestão dos resíduos, necessária em estudos e projectos multidisciplinares, nomeadamente auditorias ambientais, sistemas de gestão ambiental nas empresas, avaliação e monitorização de impactes ambientais, desenvolvimento e monitorização de políticas e planos de gestão de resíduos, pretende-se que os formandos adquiram as capacidades técnicas necessárias para o desenvolvimento de projectos específicos de recolha, valorização, tratamento e destino final de resíduos.

O ESGIR destina-se não apenas recém licenciados pré-bolonha ou a mestres, mas também a técnicos de administração local, central e regional, quadros de empresas com responsabilidade na gestão e organização da actividade produtiva e a empresários nos sectores das águas, águas residuais e valorização e tratamento de resíduos.

N.º mínimo de inscrições por Ramo

8

Plano curricular

Propinas:

1.750 €

Candidaturas:

De 9 de junho a 15 de julho

Candidaturas

Condições de acesso para o ano letivo de 2017/2018

Vagas para 2017/2018 :

15

Regras de acesso:

  1. Titulares do grau de licenciado (pré-Bolonha), ou equivalente legal, em Engenharia do Ambiente, Engenharia Civil, Engenharia Química, Engenharia Agronómica, ou áreas afins;
  2. Titulares do grau de Mestre conferido na sequência de um 2.º ciclo de estudos organizado, nas áreas referidas nas alíneas anteriores;
  3. Titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objectivos do grau de licenciado em outras licenciaturas de Engenharia ou Ciências Exactas pelo Conselho Científico da Faculdade de Ciências e Tecnologia, sob proposta da Comissão Científica do Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente;
  4. Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização do curso de Engenharia Sanitária, pelo Conselho Científico da Faculdade de Ciências e Tecnologia, sob proposta da Comissão Científica do Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente.

Critérios de seriação:

  1. Classificação do curso;
  2. Currículo académico e científico;
  3. Currículo profissional;
  4. Eventual entrevista.

Coordenador do curso:

Fernando Santana

fjs@fct.unl.pt

Coordenadora do Ramo de Engenharia Sanitária: Leonor Amaral

lmma@fct.unl.pt

Coordenadora do Ramo de Gestão Integrada de Resíduos: Ana Silveira

ais@fct.unl.pt

Sobre o Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente

O Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente (DCEA) da FCT NOVA, criado em 1976, foi pioneiro no ensino da Engenharia do Ambiente integrando competências fundamentais de diversas engenharias, como a matemática, a física e a química, com áreas científicas, como a ecologia e a economia do ambiente, e novas tecnologias ambientais e digitais, assumindo a interdisciplinaridade como a sua principal marca.

Com um corpo docente de 36 professores doutorados, 70 investigadores, 10 técnicos e 4 colaboradores administrativos, o DCEA acolhe dois centros de investigação (CENSE e MARE) como pilares do ensino e do conhecimento que promove, trabalhando diariamente para concretizar a sua missão: Recentrar a Engenharia do Ambiente no Século XXI, como competência central no mercado de trabalho; motor de investigação, desenvolvimento e inovação; promotora de mudanças societais.

Dotado de laboratórios de ensino e investigação, suportado por projetos de investigação nacionais e internacionais, com a indústria e organismos de política pública, o DCEA assegura a formação de Engenheiros do Ambiente de elevada qualidade científica e técnica, preparados para o mercado nacional e internacional, numa vasta gama de funções e responsabilidades, incluindo a promoção do próprio emprego a partir de programas de inovação que gere como o Climate-KIC.

Saber mais