Mestrado em Engenharia Civil – Estruturas e Geotecnia

Ensino

Mestrado em Engenharia Civil – Estruturas e Geotecnia

Objetivos

O Mestrado em Engenharia Civil – Estruturas e Geotecnia da NOVA, criado em 2007/2008, tem como objetivo proporcionar uma formação científica e aplicada avançada no domínio das Estruturas e Geotecnia. dando cobertura a temas de desenvolvimento recente e a técnicas de engenharia civil económicas, seguras, sustentáveis e inovadoras. Tem carácter singular no panorama nacional, sendo o único mestrado de 2.º ciclo de Bolonha a oferecer formação que agrega as áreas de Estruturas e de Geotecnia.

O curso promove o desenvolvimento das competências necessárias nas tarefas de análise, projeto, rehabilitação, avaliação e execução de estruturas e infra-estruturas resistentes a ações convencionais e ambientais severas. Atribui-se importância a aspetos profissionais enquadrados na nova regulamentação europeia, à capacidade de trabalhar em equipa e ao respeito por normas éticas e deontológicas. Além disso, o grau fornece a base teórica para uma possível prosseguimento de estudos de doutoramento

Destina-se a candidatos nacionais e estrangeiros, com ou sem experiência profissional, que procuram uma formação ao longo da vida, novas possibilidades de prosseguimento de estudos ou competências adicionais e inovadoras que permitam obter uma inserção profissional de sucesso.

A qualidade da formação obtida pelos seus diplomados é reconhecida, quer por novos empregadores, quer pelos empregadores anteriores dos candidatos. Destaca-se o excelente relacionamento professores-estudantes e ainda a capacidade de integrar diferentes culturas.

Plano curricular

Saídas profissionais

As oportunidades profissionais incluem: inserção em empresas de construção e projeto de engenharia civil, empresas de consultoria, instituições de investigação e académicas ou criação de startups. Os graduados do Mestrado em Engenharia Civil - Estruturas e Geotecnia serão qualificados para participar em estudos de ordenamento e de impacto ambiental das grandes obras de engenharia civil, realização de estudos de risco sísmico, projeto de estruturas civis e industriais, pontes e barragens, obras de contenção de solos, túneis, aterros, infraestruturas portuárias, áreas para as quais a formação dos diplomados neste mestrado é uma mais valia. 

Propinas

Estudantes nacionais: 1500 Euros/anual

Estudantes internacionais: 7000 Euros/anual
 
(Os estudantes de países da CPLP poderão candidatar-se a uma redução de até 50% da propina, mediante a avaliação das seguintes condições:

a) 1.º Inscrição: os estudantes devem evidenciar através dos seus certificados académicos que o seu desempenho escolar se situa no primeiro quartil da escala de avaliação utilizada no sistema do seu país ou escola de origem;
b) Inscrições posteriores (independentemente do ano de ingresso): exclusivamente por mérito escolar, isto é, aprovação em todas as UC em que o estudante se inscreveu no ano anterior, perfazendo 60 ECTS em cada ano.)

Regulamento

Horário de funcionamento

Diurno

Candidaturas

1.ª Fase: 15 fevereiro a 15 de março

2.ª Fase: 1 de junho a 12 de julho

3.ª Fase: 25 de julho a 28 de agosto

TAXA DE ACEITAÇÃO NO MESTRADO:

Os candidatos aceites terão de pagar (no prazo máximo de 7 dias seguidos a partir da data de colocação) uma taxa no valor de 100 euros, não reembolsável, a deduzir, após a matrícula, no valor total da propina.
O não-pagamento dentro deste prazo implica a exclusão automática do candidato. Não são consideradas exceções  nem pagamentos em atrasoQualquer pagamento realizado fora de prazo não será restituídomantendo-se o candidato excluído.

Candidaturas

Condições de acesso para o ano letivo de 2022/2023

Vagas para 2022/2023:

25

Regras de acesso:

  1. Titulares do grau licenciado, graduação ou Mestre em Engenharia Civil, ou em áreas afins da Engenharia ou das Ciências Exatas, a definir pelo Conselho de Departamento do DEC da FCT NOVA;
  2. Titulares de um grau académico superior estrangeiro, conferido na sequência de um 1.º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha, nas áreas referidas no ponto 1;
  3. Titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de Licenciado pelo Conselho Científico da FCT NOVA, nas áreas referidas no ponto 1;
  4. Detentores de um currículo, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo conselho científico da FCT NOVA, sob proposta do Conselho do DEC.

Critérios de seriação:

  1. Classificação do curso ;
  2. Currículo académico e científico;
  3. Experiência profissional relevante;
  4. Eventual entrevista ou prova de admissão.

Coordenadora do curso:

Professora Ildi Cismasiu

meceg.coordenador@fct.unl.pt

Registo e Acreditação

DGES

Registo n.º R/A-Ef 3539/2011/AL02 em 10/10/2019

A3ES

Data de publicação da decisão de acreditação: 23/05/2019

Validade da acreditação:
6 anos contados a partir de

Sobre o Departamento de Engenharia Civil

O Departamento de Engenharia Civil (DEC) foi criado em 1996, oferecendo atualmente uma Licenciatura em Engenharia Civil (3 anos), quatro mestrados de 2º ciclo em Engenharia Civil e em Estruturas e Geotecnia (2 anos), Reabilitação de Edifícios (1,5 anos), Tecnologia de Fachadas (1 ano), e um programa de Doutoramento em Engenharia Civil (3 anos). Paralelamente, o DEC oferece cursos de formação e de pós-graduação nos domínios da Construção e Reabilitação Sustentável e da Reabilitação de Infraestruturas Ferroviárias.

O DEC desenvolve atividades de investigação científica e tecnológica com parcerias nacionais e internacionais, participando em projetos de I&D em diferentes áreas: Betão e Alvenaria Estrutural; Reforço de Estruturas; Estruturas de Betão sujeitas a Eventos Extremos; Simulação Numérica de Estruturas; Ecoeficiência de Materiais de Construção; Energia, Conforto e QAI; Patologia e Reabilitação de Edifícios; Geotecnia; Pavimentos Rodoviários; Ordenamento do Território e Urbanismo.

Atualmente há mais de 300 alunos inscritos em Engenharia Civil na FCT NOVA e o corpo docente do DEC totaliza 35 professores, dos quais 32 são doutorados.

Saber mais