Notícias

Notícias

FCT NOVA leva estudantes finalistas a conhecer o mercado de trabalho no Dubai

07-02-2019

O centro mundial de negócios, Dubai, que acolhe múltiplas empresas influentes, acaba de receber sete alunos finalistas da FCT NOVA, no âmbito da estratégia de internacionalização desta Faculdade. Os sete embaixadores tiveram a oportunidade durante a última semana de janeiro de 2019 de visitar 14 empresas, saber como funcionavam e como é o dia a dia de quem vive e trabalha no Dubai e em Abu Dhabi. 

“Foi uma viagem muito intensa, a visitar três empresas por dia. As empresas eram muito, muito interessantes e gostei de ouvir os representantes a apresentarem a estrutura, o funcionamento, os cargos e a situação económica”, afirma Miguel Saldanha, estudante do 5.º ano do Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica.

A visita foi especialmente programada para dar a conhecer aos alunos da FCT NOVA a economia e a cultura de outro país, colocando-os em contato com empresas a funcionar no território.

“Fiquei muito impressionado com a Masdar, uma empresa de energias renováveis que tem parques eólicos em vários pontos do mundo”, afirma Pedro Ropio, estudante do 5.º ano do Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica.

“Há muita coisa a acontecer no Dubai, as empresas estão cheias de projetos e vontade de crescer. Muitas com planos para duplicar o número de funcionários em períodos curtos, uma delas disse que o queria fazer no prazo de um ano. Fiquei muito entusiasmado e vejo-me a trabalhar no Dubai”, remata Miguel Saldanha.

Ter contato com outro estilo de vida e conhecer no local como é viver numa cidade como o Dubai foi outro dos objetivos de promoção destas viagens.

Thiago Coelho, aluno de Doutoramento em Engenharia Industrial, resume a experiência da visita a Dubai e Abu Dhabi como surpreendente e incrível. “Quer pela arquitetura dos arranha-céus quer pela educação dos emirati, mas também pela diversidade cultural. Sem esquecer a infinita surpresa quando encontrava uma mulher perfeitamente integrada e livre - a imagem que se tem dos países muçulmanos é de mulheres oprimidas e o que se encontra no Dubai são mulheres de Burka, de Abaya, mas também de minissaias, maquilhadas e perfumadas”, explica o estudante.

“Logo no primeiro dia perdi toda a apreensão que tinha, não me senti discriminada e é muito seguro e normal passear no Dubai. Vim mais convencida a trabalhar lá,” confirma Ana Carreira, a frequentar o 5.º ano do Mestrado Integrado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores.

“A Universidade Nova de Lisboa deu-me a oportunidade de uma vida de conhecer a cultura e o mercado de trabalho dos Emirados Árabes Unidos”, assegura Diogo Emílio, aluno finalista do Mestrado Integrado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores.

Galeria

Na apresentação de uma empresa
Na Masdar

Visita à Grande Mesquita
Numa das empresas com vista sobre a cidade

Na visita à Majid Al Futtaim, uma empresa que gere centros comerciais
O grupo na visita à Aramex, empresa de transportes e logística