Ensino

Mestrado em Tecnologia de Fachadas

Oferecido em regime pós-laboral, em colaboração com o Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), o Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG) e com o apoio da Associação Nacional dos Fabricantes de Janelas Eficientes (ANFAJE) e da European Facade Network (EFN)

Objetivos

É objetivo do curso formar especialistas com conhecimentos interdisciplinares habilitados a liderar e desenvolver atividades de análise, projeto, gestão e inovação no domínio das fachadas dos edifícios, nos seus aspetos técnicos, ambientais e sócio-económicos.

O curso, vocacionado para aprendizagem ao longo da vida, pretende desenvolver/aprofundar competências transversais interdisciplinares em diferentes tópicos, como sejam, o desempenho (higrotérmico, acústico, lumínico e estrutural), a qualidade e a sustentabilidade, tecnologias e inovação e integração de renováveis nas fachadas, em parceria com laboratórios de estado (Laboratório Nacional de Engenharia Civil e Laboratório Nacional de Energia e Geologia), associações profissionais (Associação Nacional de Fabricantes de Janelas Eficientes) e redes internacionais (European Facade Network).

O plano curricular combina de forma equilibrada conteúdos de áreas científicas de Engenharias Civil e Eletrotécnica, e Arquitetura, organizados em unidades curriculares ao longo de dois semestres. O primeiro semestre será constituído por um conjunto de unidades curriculares que totalizam 30 créditos, e o segundo será dedicado ao desenvolvimento de um “Trabalho de Projeto” ou “Estágio de Natureza Profissional” (30 créditos), ambos desenvolvidos com o direto envolvimento de potenciais empregadores.

Esta formação, dirigida a detentores de um grau nas áreas de engenharia ou afins com experiência profissional, numa lógica de formação ao longo da vida e continuidade, que integra disciplinas de especialização oferecidas em parcerias com laboratórios de estado e associações profissionais, não se sobrepõe às outras ofertas educativas existente no panorama nacional, sendo a primeira deste género.

Plano curricular

Saídas profissionais

Finda o Mestrado, os alunos estarão habilitados a responder aos requisitos da indústria e do mercado ao nível de conhecimentos tecnológicos e da das fachadas nos seus múltiplos aspetos.
Exemplos: projeto e consultoria (desempenho estrutural, higrotérmico, acústico, lumínico, fogo, ventilação, sustentabilidade e integração de renováveis, inspeção, manutenção e reabilitação), atividades técnico-comerciais e de marketing, manutenção e gestão de fachadas.

Horário de funcionamento

Pós-laboral

Propinas (aguardam aprovação do Conselho Geral da NOVA)

Estudantes nacionais: 1500 Euros/anual

Estudantes internacionais: 7000 Euros/anual

Candidaturas

1ª Fase: 17 a 28 de fevereiro 2021
2ª Fase: 18 de junho a 22 de julho 2021
3ª Fase: 30 de agosto a 5 de setembro

TAXA DE ACEITAÇÃO NO MESTRADO:
Os candidatos aceites terão de pagar (no prazo máximo de 7 dias seguidos a partir da data de colocação) uma taxa no valor de 100 euros, não reembolsável, a deduzir, após a matrícula, no valor total da propina.
O não-pagamento dentro deste prazo implica a exclusão automática do candidato. Não são consideradas exceções nem pagamentos em atraso. Qualquer pagamento realizado fora de prazo não será restituído, mantendo-se o candidato excluído.

Candidaturas

Condições de acesso para o ano letivo de 2021/2022

Vagas para 2021/2022:

25

Regras de acesso:

- Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal na área de Engenharia ou Arquitetura com, cumulativamente, um mínimo de 5 anos de experiência profissional, devidamente comprovada;
- Titulares de grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1.º ciclo de estudos numa das áreas referidas no ponto anterior, organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este com, cumulativamente, um mínimo de 5 anos de experiência profissional, devidamente comprovada;
- Titulares de grau académico superior estrangeiro numa das áreas referidas nos pontos anteriores reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo CC da FCT com, cumulativamente, um mínimo de 5 anos de experiência profissional, devidamente comprovada;
- Detentores de currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo CC da FCT, sob proposta da CC do ciclo de estudos.

Coordenador do curso:

Professor Daniel Aelenei

Email: aelenei@fct.unl.pt

Sobre o Departamento de Engenharia Civil

O Departamento de Engenharia Civil (DEC) foi criado em 1996, oferecendo atualmente um Mestrado Integrado em Engenharia Civil (5 anos), dois mestrados de 2.º ciclo (2 anos), em Estruturas e Geotecnia e em Reabilitação de Edifícios, um programa de Doutoramento em Engenharia Civil (4 anos) e cursos de formação e de pós-graduação nos domínios da Construção e Reabilitação Sustentável e da Engenharia de Fachadas.

Atualmente há mais de 600 alunos inscritos em Engenharia Civil na Universidade NOVA de Lisboa e o corpo docente do DEC totaliza 35 professores, 32 dos quais doutorados.

Saber mais