Perguntas mais frequentes - 10. Erasmus

1) Sai de Portugal com um Learning Agreement já assinado (ou faz um Changes, caso haja alterações, dentro de um mês depois de chegar ao seu destino no estrangeiro) onde estão especificadas as Equivalências/Dispensas.

2) De vez em quando há uma ou outra cadeira (que estava no acordo) à qual chumba "lá fora". Quando chega, usa da perrogativa que tem de pedir um exame por ter estado em Erasmus que, muitas vezes se realiza, por altura da Ép. Especial porque assim combina com o docente.

3) A estas disciplinas descritas em 2) pede para se inscrever logo que chegue e SE quiser fazer exame (logo, ou em Ep. Especial).

4) A Divisão Académica inscreve-o (fora de prazo e sem multa) nas ditas disciplinas que pediu para se inscrever.

  ATENÇÃO: Mesmo que desista do exame, neste momento, contou UMA inscrição a cada uma das disciplinas que pediu para se inscrever.

5) Não se esqueça que só pode fazer o exame em duas situações:

1.ª) Se tiver Frequência anterior;

2.ª) Se o docente da cadeira achar que é como se tivesse. Portanto, em alguns casos terão mesmo que falar com cada docente.

6) NÃO QUER FAZER A(S) CADEIRA(S). Neste caso não pede para se inscrever e tem a benesse de não precisar de cumprir a regra de inscrição "primeiro nas atrasadas", nesse semestre de Erasmus.

7) Atenção: não pode dizer no ano seguinte que, por não ter feito a cadeira por estar em Erasmus, não quer que se Lhe aplique a Regra dos 6 semestres, se for caso disso. DUAS benesses, não. Já não contou uma inscrição mas não poderá fugir à Regra dos 6 semestres.

Porque desde o ano letivo de 12-13 em que entrou em vigor o Despcaho sobre o "Custo da repetição das cadeiras" em ECTS, é importante que perceba que todas as inscrições realizadas numa mesma disciplina contam para o articulado dquele despacho e, portanto, poderão ter consequências reais.

O que tem a Regra dos 6 Semestres? Os estudantes que foram de Erasmus estão obrigados, à vinda, à Regra dos 6 semestres como qualquer outro. Por essas e por outras é que a ida para Erasmus deve ser bem planeada e tudo bem pesado. Não pode servir de "desculpa" a posteriori a ida para Erasmus.

Não. Se estiver em condições de fazer uma qualquer cadeira quando regressa pode fazê-la na altura da Época Especial, SE assim combinar com o docente da cadeira. Se não, deve seguir o Regulamento de Avaliação.