Notícias

Notícias

FCT NOVA no Pacto Português para os Plásticos

05-02-2020

Pacto Português para os Plásticos

A professora e investigadora do Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente da FCT NOVA, Graça Martinho, é a coordenadora científica do Pacto Português para os Plásticos, cujo evento de lançamento teve lugar no dia 4 de fevereiro, no Auditório Sede da EDP em Lisboa, contando com a presença de mais de 150 participantes.

Entre os membros fundadores deste Pacto estão duas unidades de investigação da FCT NOVA, o MARE e o CENSE. O projeto é coordenado pela Associação Smart Waste Portugal, com o apoio do Ministério do Ambiente e da Ação Climática, do Ministério da Economia e Transição Digital e do Ministério do Mar, e é parte da Rede dos Pactos para os Plásticos da Fundação Ellen MacArthur.

O Pacto consiste numa plataforma colaborativa e de inovação, unida por uma visão comum de uma economia circular para os plásticos em Portugal, onde estes nunca se converterão em resíduos. Este compromisso junta o Governo, os diferentes agentes da cadeia de valor dos plásticos, a Academia e ONG’s, num total de 55 organizações.

Através da assinatura deste Pacto, as entidades envolvidas comprometem-se a desenvolver ações com vista a atingir um conjunto de metas e objetivos ambiciosos para 2025. Os objetivos são definir, até ao final de 2020, uma listagem de plásticos de uso único considerados problemáticos ou desnecessários e estabelecer medidas para a sua eliminação; garantir que 100% das embalagens de plástico são reutilizáveis, recicláveis ou compostáveis; garantir que 70%, ou mais, das embalagens plásticas são efetivamente recicladas, através do aumento da recolha e da reciclagem; incorporar, em média, 30% de plástico reciclado nas novas embalagens de plástico; promover atividades de sensibilização e educação aos consumidores (atuais e futuros) para a utilização circular dos plásticos.

O Pacto Português para os Plásticos assume-se como uma iniciativa colaborativa que pretende liderar pelo exemplo e servir de inspiração no movimento de transição dos plásticos para uma economia circular.

 

Na imprensa

Pacto Português para os Plásticos (SIC Notícias)

Assinado em Lisboa pacto para que plástico deixe de ser resíduo (Lusa)

Empresas, associações e Governo assinam pacto para acabar com os plásticos de uso único em Portugal (Público)

Pacto português declara guerra aberta ao plástico (Jornal de Negócios)

Assinatura do Pacto Português para os Plásticos e outros temas em 60 segundos (Jornal de Notícias)

Assinado em Lisboa pacto para que plástico deixe de ser resíduo (TSF)

Portugal só recicla 12% das embalagens de plástico — mas um novo Pacto promete mudar isso (MAGG)

Apenas 12% de plásticos foram reciclados em Portugal (wattson.pt)

Apenas 12 em cada 100 objetos de plástico foram reciclados em Portugal em 2018 (Sol)

Pacto Português para os Plásticos é lançado a 4 de fevereiro (ambiente magazine)

Assinado em Lisboa pacto para que plástico deixe de ser resíduo (dnoticias.pt)

Grupo Sonae integra Pacto Português para os Plásticos (Jornal Económico)

Pacto Português para os Plásticos, assinado hoje em Lisboa (anotícia.pt)

Está a chegar o Pacto Português para os Plásticos (Marketeer)

Empresas Produtoras e da Distribuição assinam Pacto Português para os plásticos (Hipersuper.pt)

Pacto Português para os Plásticos é apresentado amanhã (Jornal Económico)

Pacto Português para os Plásticos assinado esta terça-feira (RTP)

"Pacto Português para os Plásticos" para reduzir descartáveis (M80)

“Pacto Português para os Plásticos” assinado hoje (Mundial FM)

"Um pacto contra o plático de uso único" (Distribuição Hoje)

"Produtores e Retalhistas assinam Pacto Português para os Plásticos" (Refúgios & Petiscos)