Diploma de Estudos Pós-Graduados em Tecnologia e Qualidade Alimentar

Ensino

Diploma de Estudos Pós-Graduados em Tecnologia e Qualidade Alimentar

Entrou em funcionamento no ano letivo de 2010/2011. O número mínimo de créditos para a obtenção do Diploma de Estudos Pós-Graduados em Tecnologia e Qualidade Alimentar é de 15 ECTS.

Objetivos

Em Portugal, o sector das Indústrias Alimentares é o que mais se destaca em termos dos parâmetros Percentagem do Valor Acrescentado Bruto de Mercado e Emprego Total, mas em que se detectam carências de mão-de-obra qualificada. Deste modo, prevê-se que nos próximos anos sejam criados empregos nos sectores agro-industriais, de turismo e serviços de restauração e afins. Por outro lado, os actuais quadros de empresas que têm actividades nestas áreas poderão necessitar de formação actualizada. 
O Curso de Estudos Pós-Graduados em Tecnologia e Qualidade Alimentar tem como objectivo dar formação especializada, adequada ao desempenho de actividades no mercado das indústrias e de serviços ligados à alimentação, nomeadamente no que respeita: (a) Qualidade nutricional; (b) Processos tecnológicos (c) Indústrias agro-alimentares.

Plano curricular

Saídas profissionais

Os diplomados poderão desempenhar actividades ligadas a produção, controlo de qualidade e segurança alimentar nas indústrias agro-alimentares e na prestação de serviços de consultadoria em Qualidade Alimentar. Poderão ainda desempenhar tarefas especializadas em diversos sectores, como sejam as Universidades, os Institutos Politécnicos, as Escolas Secundárias e a Indústria.

Horário de funcionamento:

Horário pós-laboral ou horário compactado (semi-diurno, 5ª e/ou 6ª feira), particularmente vocacionado para alunos que querem continuar a sua formação académica e/ou profissional em matérias específicas e/ou de modo faseado. Os 15 ECTS podem ser realizados num ou em ambos os semestres do ano lectivo.

Propinas:

500 €

Candidaturas:

De 23 de abril a 16 de Julho

Candidaturas

Condições de acesso para o ano letivo de 2018/2019

Vagas para 2018/2019 :

10

Regras de acesso:

  1. Titulares do grau de licenciado, com um número de unidades de crédito igual ou superior a 180 ECTS em qualquer área de Engenharia, Ciências Naturais ou Ciências Exactas, áreas afins ou equivalente legal, obtido em instituição nacional ou estrangeira.
  2. Detentores de um currículo escolar ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste curso.

Critérios de seriação:

  1. Formação académica
  2. Experiência profissional
  3. Eventual entrevista de seleção

Coordenador do curso:

Maria Paula Amaro Castilho Duarte

mpcd@fct.unl.pt

Sobre o Departamento de Ciências e Tecnologia da Biomassa

O DCTB é o mais recente departamento da FCT, tendo sido criado em Fevereiro de 2011 pelo Despacho da Direcção nº 06/2011.

O DCTB resultou da evolução do ex-GDEH nas áreas de investigação e ensino das Ciências e Tecnologia da Biomassa destinadas a dois fins específicos:

a) Bioenergia (produção de energia a partir da biomassa)

b) Tecnologia e Segurança Alimentar

Saber mais