Diploma de Estudos Pós-Graduados em Reabilitação de Infraestruturas Ferroviárias

Ensino

Diploma de Estudos Pós-Graduados em Reabilitação de Infraestruturas Ferroviárias

Entrou em funcionamento no ano letivo de 2019/2020. O número de créditos para a obtenção do Diploma de Estudos Pós-Graduados em Reabilitação de Infraestruturas Ferroviárias é de 15 ECTS.

Objetivos

O transporte ferroviário tem um papel importante na economia nacional, mas atualmente, está a enfrentar vários desafios. A maioria das linhas existentes é afetada por fatores de envelhecimento e ações climáticas e, portanto, requer intervenções urgentes, mas, por outro lado, as solicitações impostas à sua capacidade de carga são cada vez maiores. É por isso, extremamente importante planear cuidadosamente as medidas de manutenção e reabilitação, e otimizar as intervenções de acordo com a sua relação custo/benefício.

O curso pretende proporcionar aos formados a aquisição de um conjunto de conhecimentos multidisciplinares, na área de reabilitação de vias férreas balastradas, teórico-práticos, enriquecidos pelas palestras dadas por personalidades reconhecidas nessa área, visitas de estudo e ensaios laboratoriais. Destaca-se também a utilização das ferramentas computacionais, quer nos estudos ligados à simulação do comportamento dinâmico da via-férrea e segurança dos passageiros, quer nos modelos de apoio à decisão. O foco da reabilitação será a utilização de novos materiais, tais como por exemplo os geossintéticos.

Os formados devem adquirir a capacidade de avaliar o estado atual da via-férrea, propor medidas de reabilitação mais eficientes e eficazes, e avaliar o seu valor aditivo em função de melhoramento do desempenho dinâmico da via. Os conhecimentos adquiridos proporcionarão uma formação complementar aos atuais Licenciados Pré-Bolonha, ou Mestres Pós-Bolonha. Destaca-se também a utilidade do curso aos alunos que terminem apenas o 1ºciclo do ensino superior em ciências de engenharia.

Área científica predominante do curso

Engenharia Civil

Outras áreas científicas

Geotecnia, Engenharia Mecânica, Economia e Gestão, Ciências de Engenharia

Plano curricular

Saídas profissionais

O curso pretende dar uma formação específica de utilidade para a economia nacional, o que permitirá aos formados aceder mais facilmente ao mercado de trabalho, melhorar a sua qualificação no seu posto de trabalho, ou prosseguir com programas de investigação.

Colaboração na ação de formação

LNECLaboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC)
  
IPInfraestruturas de Portugal, S.A. (IP)
  
 IDMECInstituto de Engenharia Mecânica, Instituto Superior Técnico, Universidade
de Lisboa (IDMEC/IST/UL)

 

Departamentos da FCT envolvidos na formação

Departamento de Engenharia Civil

Departamento de Engenharia Mecânica e Industrial

Horário de funcionamento

Pós-laboral, previsão de funcionamento nas sextas-feiras das 17h00 às 21h00 e aos sábados das 9h00 às 18h00, com intervalo para almoço das 13h00 às 14h00, formando assim blocos de 4 horas que serão ocupados por duas aulas de disciplinas diferentes de igual duração de 2 horas.

Propinas

850€

Prazo de candidatura

1 de setembro a 1 de fevereiro

Candidaturas

WEB

Condições de acesso para o ano letivo de 2019/2020

Vagas para 2019/2020:

15

Regras de acesso:

1ºciclo do ensino superior em ciências de engenharia, nas especialidades de engenharia civil, engenharia mecânica ou outras consideradas afins. Exceções serão analisadas individualmente.

Critérios de seriação:

Formação académica
Experiência profissional
Eventual entrevista de seleção

Coordenador do curso:

Zuzana Dimitrovová

zdim@fct.unl.pt

Sobre o Departamento de Engenharia Civil

O Departamento de Engenharia Civil (DEC) foi criado em 1996, oferecendo atualmente um Mestrado Integrado em Engenharia Civil (5 anos), dois mestrados de 2.º ciclo (2 anos), em Estruturas e Geotecnia e em Reabilitação de Edifícios, um programa de Doutoramento em Engenharia Civil (4 anos) e cursos de formação e de pós-graduação nos domínios da Construção e Reabilitação Sustentável e da Engenharia de Fachadas.

Atualmente há mais de 600 alunos inscritos em Engenharia Civil na Universidade Nova de Lisboa e o corpo docente do DEC totaliza 35 professores, 32 dos quais doutorados.

Saber mais

Sobre o Departamento de Engenharia Mecânica e Industrial

O Departamento de Engenharia Mecânica e Industrial (DEMI) é uma unidade orgânica permanente da FCT NOVA, vocacionada para o ensino, para a investigação científica fundamental e aplicada e para a prestação de serviços nos domínios da Engenharia Industrial e da Engenharia Mecânica. O DEMI tem a seu cargo dois mestrados integrados (Engenharia e Gestão Industrial, Engenharia Mecânica), quatro mestrados (Engenharia e Gestão Industrial, Engenharia Mecânica, Engenharia Industrial e Engenharia da Soldadura), dois programas de doutoramento e ainda várias pós-graduações.

O DEMI conta atualmente com 38 docentes e com cinco funcionários. Os professores do Departamento de Engenharia Mecânica e Industrial colaboram, a diferentes títulos, com diversas instituições públicas e privadas, nomeadamente no desenvolvimento de projetos de investigação em áreas científicas e tecnológicas de relevância para a Engenharia Industrial e para a Engenharia Mecânica.

Saber mais