Ensino

Doutoramento em Ciências dos Alimentos

Entrou em funcionamento em 2017/2018. O número mínimo de créditos para a obtenção do grau é de 240 (4 anos).

Objetivos

O programa Doutoral em Ciências dos Alimentos é um programa em associação entre a Faculdade de Ciências e Tecnologia da NOVA e a Universidade de Évora. Enquadra-se na relevância crescente do sector alimentar, associada aos desafios das alterações climáticas, às perspetivas futuras de necessidades alimentares globais sustentáveis bem como às condicionantes ambientais. Impõe assim desenvolver conhecimento e criar competências que permitam aos profissionais antecipar desafios globais no sector alimentar a montante e a jusante (do produtor ao consumidor) e melhorar o desempenho e competitividade dos seus produtos através de processos inovadores, inteligentes e promotores de um desenvolvimento sustentável.

Os objetivos de aprendizagem enformam-se no paradigma de Bolonha, enquadram-se na Lei de Bases do Sistema Educativo e atendem especificamente ao Regulamento do Ciclo de Estudos conducente ao Grau de Doutor por ambas as IES envolvidas, NOVA e UE. Em síntese:

a) O desenvolvimento de um pensamento crítico e uma formação avançada de modo a adquirirem um nível elevado de competências em Ciências dos Alimentos, que lhes permita entrecruzar criticamente conceitos entre disciplinas;

b) A aquisição de conhecimentos avançados em Química, Bioquímica, Matemática, Ciências Agrárias, Ciências dos Alimentos, bem como em tecnologias associadas, e o desenvolvimento de temas de investigação no âmbito das instituições participantes.

c) Em virtude da relevância crescente do setor alimentar, associada aos desafios das alterações climáticas, às perspetivas futuras de necessidades alimentares globais sustentáveis bem como às condicionantes ambientais, pretende-se o desenvolvimento de conhecimento e criar competências que permitam aos profissionais antecipar desafios globais no sector alimentar a montante e a jusante e melhorar o desempenho e competitividade dos seus produtos através de processos inovadores, inteligentes e promotores de um desenvolvimento sustentável

Plano curricular e funcionamento do programa de Doutoramento 

O  Programa Doutoral em Ciências dos Alimentos tem uma duração total de 4 anos (240 ECTS) e inclui uma componente curricular com 60 ECTS (onde estão incluídos 30 ECTS da UC de Projecto de Tese) e uma Tese de doutoramento de 180 ECTS.

O carácter transversal do programa de doutoramento pretende dar uma formação integradora no domínio das Ciências dos Alimentos, designadamente, em Química dos Alimentos e Ciência e Tecnologia dos Alimentos, permitindo entender as complexas conexões e interações que entre eles se estabelecem. Esta integração dos dois domínios num tronco comum e através das unidades curriculares do projeto de tese e da própria tese, garante a preservação da identidade particular do programa deste doutoramento. Esta estrutura curricular, assenta num tronco comum em Ciência dos Alimentos com formação especifica em cada uma das áreas que o compõem, evidenciando uma conjunção inclusiva e versátil.

As tutelas dessas unidades curriculares específicas serão divididas entre docentes especializados em Química, Bioquímica, Matemática, Ciências Agrárias, Ciências dos Alimentos, e outras áreas afins, bem como no âmbito da NOVA Doctoral School e do Instituto de Investigação e Formação Avançada da UE. Porém, este curso de doutoramento oferece um compromisso entre uma formação integradora e uma formação especializada, permitindo aos estudantes optarem por temas de tese que incidam mais numa das duas diferentes áreas de especialização do programa de doutoramento - Química dos Alimentos e Ciência e Tecnologia dos Alimentos - mas sem nunca as dissociarem entre si.

Estrutura (brevemente disponível)

PLANO CURRICULAR (brevemente disponível)

REGULAMENTO DO 3º CICLO EM CIÊNCIAS DOS ALIMENTOS 

Saídas profissionais

Docência em Instituições de Ensino Superior, Investigação Científica; Laboratórios Científicos, Indústria Agroalimentar e afins.

UCIBIO

LAQV

Horário de funcionamento:

Diurno

Propinas:

Estudantes nacionais: 2.750€

Estudantes internacionais: 2.750€

Candidaturas:

2ª Fase: 27 de agosto a 15 de setembro

Candidaturas

Condições de acesso para o ano letivo de 2018/2019

Vagas para 2018/2019 :

20

Regras de acesso:

a) Os titulares de grau de mestre (ou equivalente), em áreas como as de Química, Bioquímica, Biologia, Agronomia, de Ciência Animal, de Engenharia Florestal, de Ciências dos Alimentos, de Engenharia Rural, de Ciências do Ambiente ou de outras com afinidade às áreas de especialização do Programa;

b) Podem também inscrever-se, em condições particulares, os titulares de grau de licenciatura, obtida anteriormente à implementação do Processo de Bolonha, nas áreas científicas predominantes do Programa e desde que sejam detentores de um curriculum relevante nas vertentes académica e científica, reconhecido pelos órgãos competentes da instituição em que se pretendem inscrever, como atestando capacidade para a frequência deste ciclo de estudos.

Critérios de seriação:

1. Os candidatos ao Programa que reúnam as condições de natureza académica e curricular serão selecionados e seriados pela Comissão Científica do Programa através de critérios publicitados previamente.

2. Caso o Programa venha a beneficiar de bolsas financiadas por fundos públicos e/ou privados, deverá ser aberto um concurso, devendo os critérios de seleção e seriação dos candidatos a essas bolsas ser definidos pela Comissão de Admissão e divulgados atempadamente, antes do início das candidaturas. 

Coordenador do curso:

Marco Gomes da Silva

pdca.coordenador@fct.unl.pt

Sobre o Departamento de Química

O Departamento de Química (DQ) constitui uma unidade de ensino e de investigação da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) da Universidade Nova de Lisboa (UNL), vocacionada para a qualidade do ensino, o progresso da investigação e a prestação de serviços especializados à comunidade nas áreas fundamentais da Química, Engenharia Química e Bioquímica e Biofísica. O DQ, criado em 1981, tem reconhecida implementação no mercado de ensino e de trabalho, em particular devido à então novidade e especificidade introduzida pela Licenciatura em Química Aplicada, com o qual se iniciou o ensino da Química na Faculdade.

Saber mais