Ensino

Doutoramento em Materiais e Processamento Avançados

Entrou em funcionamento em 2013/2014. O número mínimo de créditos para a obtenção do grau é de 240 ECTS (4 anos).

Introdução

O programa Doutoral AdvaMTech é um Programa Doutoral FCT, em associação, tendo como instituição proponente a FCT/UNL e como instituições parceiras as Universidades de Aveiro, Beira Interior, Coimbra, Lisboa, Minho e Porto.

Objetivos

O programa de doutoramento proposto em Materiais e Processamento Avançados está alinhado com os objetivos definidos na 1ª Cimeira de Materiais organizada em 2010, pela Comissão Europeia, que considera a área de Materiais Avançados como uma das cinco áreas chave para o desenvolvimento tecnológico. Trata-se de um 3º Ciclo amplamente interdisciplinar, construído a partir da competência e experiência das instituições de pesquisa e departamentos académicos nacionais que se têm empenhado em criar e promover pesquisa original inovadora, educação ao mais alto nível e inovação em tecnologia dentro do domínio de materiais e áreas afins da ciência e engenharia desde o início dos anos oitenta do século passado.

O programa está sintonizado com as Universidades Europeias, Institutos e programas de redes de doutoramento europeu, tornando os graduados mais competitivos a nível mundial e em particular na Europa, além de abrir rotas de colaboração em I & D do pessoal envolvido, fortalecer a competitividade portuguesa para projetos europeus de I & D e de colaboração em rede.

Além da colaboração em rede das universidades portuguesas e dos laboratórios de pesquisa de alto nível, a proposta também traz como colaboradores competências da indústria, para sintonizar o programa com estratégias de médio e longo prazo em recursos humanos. A implementação deste Programa é consistente com os objetivos estratégicos das instituições envolvidas, cujos objetivos são: (1) contribuir para o desenvolvimento de uma força de trabalho qualificada, globalmente engajada e diversificada, sintonizada com as expetativas europeias que beneficiarão as agências governamentais, indústrias e academia; (2) Expandir e melhorar os serviços educacionais e de pesquisa por meio da colaboração mútua e do acesso aos programas de educação, atividades de pesquisa e recursos estudantis das instituições envolvidas; (3) Fornecer exposições e experiências setoriais e multissetoriais aos alunos por meio das colaborações previstas.

O esforço conjunto das instituições académicas e de pesquisa é apoiado pelo Colégio de Materiais do OE e pela SPM como forma de enfrentar os desafios da inovação na produção industrial e fortalecer a internacionalização dos seus futuros doutorados

São objetivos centrais deste 3.º Ciclo de Estudos garantir que um titular deste grau seja dotado das seguintes capacidades:

 

  • Argumentação bem alicerçada no conhecimento científico mais actual.
  • Atitude consciente em questões de ética científica e social.
  • Atitude pró-activa na transferência de conhecimento 'do laboratório para a indústria'.
  • Atitude responsável em questões de sustentabilidade das aplicações dos Materiais e Tecnologias associadas.
  • Boa articulação do trabalho em grupo com trabalho/iniciativas individuais.
  • Bom planeamento, execução e análise de trabalho experimental.
  • Conhecimentos avançados de Ciência e Engenharia de Materiais.
  • Hábito de se manter a par das fronteiras do conhecimento.
  • Implementação de soluções inovadoras para problemas complexos em Engenharia de Materiais.
  • Visão integrada e crítica da Ciência e Engenharia de materiais e suas aplicações.

Domínio dos métodos e capacidade para realizar investigação.

Plano curricular

Saídas profissionais

Indústrias diversas (cerâmica e vidro, polímeros e moldes, automóvel e aeroespacial, metalomecânica, eletrónica e de computadores, etc) na área de I&D, Investigação e Ensino, Consultoria, Empresariado.

Regulamento

Horário de funcionamento

misto (diurno e/ou tutorial)

Propinas

Estudantes nacionais: 2.750€

Estudantes internacionais: 2.750€

Candidaturas

1ª Fase: 23 de abril a 16 de julho
2ª Fase: 2 de setembro a 15 de outubro

Para mais informações

Condições de acesso para o ano letivo de 2019/2020

Vagas para 2019/2020:

25

Coordenadora do curso:

Professora Teresa Cidade

Registo e Acreditação

DGES

Registo n.º R/A-CR 161/2013 em 07/04/2014

A3ES

Acreditação em 17/12/2013, por 6 anos

Sobre o Departamento de Ciência dos Materiais

O Departamento de Ciência dos Materiais (DCM) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT NOVA) foi o primeiro a ser criado a nível Nacional, em 1976, por iniciativa do seu primeiro presidente, o Prof. Leopoldo Guimarães. O objectivo inicial foi o de criar cursos de extensão universitária na área dos materiais conducentes à criação de uma licenciatura de raiz que abrangesse uma vasta gama de domínios científicos, nomeadamente a metalurgia, os materiais semicondutores, os materiais poliméricos e mesomorfos, os materiais cerâmicos e vidros, a cristaloquímica e o controle de qualidade.

Desde então o Departamento de Ciência dos Materiais tem crescido e diversificado as suas atividades, devido essencialmente ao esforço do seu corpo docente e técnico, consubstanciado num vasto número de projetos (académicos e industriais) financiados por entidades Nacionais, Europeias e Internacionais. Tal permitiu a sua moderna adequação às novas tecnologias, dispondo para tal de infraestruturas laboratoriais únicas em Portugal, de ensino e de investigação, reconhecidas internacionalmente e que têm permitido formar Engenheiros de Materiais de elevada qualidade científica e técnica, capazes de responderem às solicitações da sociedade atual.

Saber mais