Licenciatura em Conservação-Restauro

Ensino

Licenciatura em Conservação-Restauro

Entrou em funcionamento no ano letivo de 2006/2007. O número mínimo de créditos para a obtenção do grau é de 180 (3 anos).

Objetivos

A Licenciatura prepara o estudante para integrar o mercado de trabalho nacional e internacional na área da Conservação e para aceder a programas de 2º ciclo. O plano curricular e o percurso de formação seguem as directrizes de acreditação recomendadas pela European Network for Conservation-Restoration Education (ENCoRE), oferecendo uma formação académica sólida para o exercício da profissão nas áreas da Conservação Preventiva e Cuidar de Coleções.

O ensino na licenciatura em Conservação-Restauro tem um carácter inter e transdisciplinar, que fomenta a comunicação do aluno com outras áreas do conhecimento e enriquece a sua formação para uma tomada de decisão responsável e fundamentada na salvaguarda do Património Cultural.
Os conteúdos e organização curriculares visam os seguintes objetivos gerais:

  • dar uma formação científica sólida (teórica, ética e prática) para a atuação profissional do aluno nas áreas da Conservação Preventiva e Cuidar de Coleções;
  • preparar os licenciados para uma integração no mercado de trabalho nacional e/ou internacional nestas duas áreas;
  • proporcionar o acesso a programas de segundo ciclo em diversas áreas de especialização (ex., conservação e restauro, ciências da conservação, gestão de coleções, etc).

Com uma formação superior de 5 anos (licenciatura e mestrado), exigida pela Lei de Bases do Património Cultural - Lei n.º 107/2001, de 08 de Setembro, e pela rede ENCoRE, o estudante da FCT NOVA em Conservação e Restauro fica apto para o exercício pleno da profissão do conservador-restaurador.

Plano curricular

Saídas profissionais

    • Museus e coleções particulares
    • Instituições do património cultural
    • Investigação
    • Conservação Preventiva
    • Cuidar de Coleções

            Propinas 2022/2023

            Estudantes nacionais: 697 Euros/anual

            Estudantes internacionais: 7000 Euros/anual
             
            (Os estudantes de países da CPLP poderão candidatar-se a uma redução de até 50% da propina, mediante a avaliação das seguintes condições:

            a) 1.º Inscrição: os estudantes devem evidenciar através dos seus certificados académicos que o seu desempenho escolar se situa no primeiro quartil da escala de avaliação utilizada no sistema do seu país ou escola de origem;
            b) Inscrições posteriores (independentemente do ano de ingresso): exclusivamente por mérito escolar, isto é, aprovação em todas as UC em que o estudante se inscreveu no ano anterior, perfazendo 60 ECTS em cada ano.)

            Candidaturas

            Condições de acesso para o ano letivo de 2023/2024

            Vagas para 2023/2024:

            24

            Provas específicas:

            Uma das seguintes provas:

            03 Desenho

            12 História da Cultura e das Artes

            16 Matemática

            Classificação mínima na(s) prova(s) específica(s): 95

            Classificação mínima na candidatura: 95

            Fórmula de ingresso:

            60% da classificação final do Secundário
            40% da classificação final na(s) prova(s) específica(s) 

            Nota do último colocado em 2022/2023 (contingente geral do CNA): 151.4

            Coordenadora do curso:

            Professora Catarina Villamariz

            lcr.coordenador@fct.unl.pt

            Registo e Acreditação

            DGES

            Registo n.º R/A-Ef 3087/2011/AL01 em 16/05/2018

            A3ES

            Data de publicação da decisão de acreditação: 23/02/2017

            Validade da acreditação:
            6 anos contados a partir de 31/07/2015

            Sobre o Departamento de Conservação e Restauro

            O Departamento de Conservação e Restauro tem como missão o ensino e a investigação na área do Património, promovendo o seu conhecimento, conservação e usufruto.

            A equipa docente com valências interdisciplinares e os laboratórios devidamente equipados contribuem para a criação de ambientes de aprendizagem e investigação nas diferentes áreas de conhecimento ligadas à conservação, considerada na sua relação entre teoria e prática.

            A rede de colaborações e parcerias nacionais e internacionais possibilita o desenvolvimento de projetos estimulantes, com reconhecido mérito e ainda a criação de oportunidades únicas para estágios e saídas profissionais.

            O DCR acredita que a partilha do entusiasmo pela conservação do património entre docentes e alunos é o seu principal compromisso.

            Saber mais