Licenciatura em Engenharia Física

Ensino

Licenciatura em Engenharia Física

A Licenciatura em Engenharia Física é um curso do 1.º ciclo de 3 anos (6 semestres) e exige um mínimo de 180 ECTS para conclusão.

O Engenheiro Físico é um profissional que atua no domínio da Física e da Engenharia, particularmente nas áreas da física moderna e de grande impacto tecnológico. Detentor de um conhecimento consolidado em ciências básicas, a sua formação sólida em engenharia e nas áreas mais recentes da Física aplicada permite-lhe transformar a ciência em tecnologia, contribuindo para a inovação tecnológica no tecido empresarial.

Objetivos

Esta licenciatura visa uma formação de base sólida nas áreas da Física e da Engenharia que permite a progressão de estudos para o Mestrado ou atividade profissional que não exija competências de um 2.º ciclo.

As áreas de estudo incluem expansão dos conhecimentos de Física aprendidos nos Estudos Secundários e introdução às Físicas modernas como Mecânica Quântica, Física Atómica e Molecular e Física Nuclear entre outras. No campo das Engenharias os alunos têm contacto com matérias de Engenharia Física, Eletrónica, Informática e Mecânica ficando com uma base alargada e multidisciplinar característica do Engenheiro Físico.

No 3.º ano os alunos têm um estágio em ambiente empresarial ou de investigação dentro do Perfil Curricular da Nova School of Science & Tecnhology| FCT NOVA.

Plano curricular

Saídas profissionais

A Licenciatura em Engenharia Física fornece uma formação que permite a continuação dos estudos para um 2.º ciclo na mesma área ou afins.

Sendo a Licenciatura em Engenharia Física um curso novo que resulta da desintegração do Mestrado Integrado em Engenharia Física ainda não tem dados sobre saídas profissionais mais frequentes, mas perspetiva-se que sejam semelhantes às dos alunos que completam os dois ciclos em funções que as competências do 2.º ciclo não sejam necessárias.

Os alunos graduados em Engenharia Física que completam os dois ciclos não têm dificuldade em encontrar emprego sendo as áreas mais comuns as de

  • I&D em meio académico e empresarial
  • Física médica
  • Instrumentação
  • Técnicas analíticas
  • Aero-espacial
  • Energia
  • Consultoria

Propinas 2021/2022

Estudantes nacionais: 697 Euros/anual

Estudantes internacionais: 7000 Euros/anual
 
(Os estudantes de países da CPLP poderão candidatar-se a uma redução de até 50% da propina, mediante a avaliação das seguintes condições:

a) 1.º Inscrição: os estudantes devem evidenciar através dos seus certificados académicos que o seu desempenho escolar se situa no primeiro quartil da escala de avaliação utilizada no sistema do seu país ou escola de origem;
b) Inscrições posteriores (independentemente do ano de ingresso): exclusivamente por mérito escolar, isto é, aprovação em todas as UC em que o estudante se inscreveu no ano anterior, perfazendo 60 ECTS em cada ano.)

Candidaturas

Condições de acesso para o ano letivo de 2021/2022

Vagas para 2021/2022:

 

Provas específicas:

07 Física e Química + 19 Matemática A

Classificação mínima na(s) prova(s) específica(s): 95

Classificação mínima na candidatura: 95

Fórmula de ingresso:

60% da classificação final do Secundário
40% da classificação final na(s) prova(s) específica(s)

Coordenador do curso:

mief.coordenador@fct.unl.pt

Registo e Acreditação

DGES

Registo n.º R/A-Cr 131/2021 em 17/05/2021

A3ES

Data de publicação da decisão de acreditação: 08/04/2021

Validade da acreditação:
6 anos contados a partir de 31/07/2020

Sobre o Departamento de Física

O Departamento de Física (DF) é uma unidade de ensino graduado e pós-graduado (1.º, 2.º e 3.º ciclos do ensino superior) e de investigação fundamental e aplicada nos domínios da Física, da Engenharia Física e da Engenharia Biomédica, estando ainda vocacionada para o desenvolvimento científico e tecnológico, para a prestação de serviços e para a divulgação científica. Para além de ser responsável pelos Mestrados Integrados em Engenharia Física e Engenharia Biomédica, bem como pelos Programas Doutorais nas mesmas áreas, em Física e pelos Programas Doutorais “NOVA Instrumentation for Health - NOVA I4H” e “Radiation Biology and Biophysics - RaBBiT", o DF assegura o ensino das unidades curriculares de Física básica a todos os cursos da NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA.

Com origem num pequeno núcleo existente desde o nascimento da Escola, gerido pelo Prof. Manuel Laranjeira (então Reitor da NOVA), o Departamento de Física foi reconhecido formalmente em 1986, tendo mantido desde então um corpo docente de cerca de 30 pessoas. As suas atividades em Física e Engenharia Física foram alargadas em 2000 para incluir a Engenharia Biomédica.

A atividade científica do DF desenvolve-se essencialmente em duas Unidades de Investigação, o LIBPhys-UNL e o CEFITEC. A investigação abrange diversas áreas, tais como nanofísica e energia, física atómica e molecular, física nuclear e dos plasmas, física das interfaces, lasers e optoeletrónica, detetores, criogenia, técnicas analíticas aplicadas à saúde e património cultural, instrumentação médica e imagem médica.

Saber mais