Ensino

Licenciatura em Tecnologia Agro-Industrial

A Licenciatura em Tecnologia Agro-Industrial da NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA foi criada em 2022. Tem a duração de 3 anos e 180 ECTS.

O 1.º Ciclo de estudos em Tecnologia Agro-Industrial na FCT NOVA assume como referência quadro que a evolução tecnológica e a digitalização podem incrementar, nomeadamente, a eficiência dos recursos, não só ao nível da transformação alimentar, mas ainda uma agricultura inteligente em termos ambientais e climáticos, reduzindo o impacte das explorações agrícolas no ambiente e no clima, reforçando a resiliência e a conservação do solo e reduzindo os custos para os agricultores. O ciclo de estudos desenvolve-se a partir de áreas científicas de base, com destaque para as Ciências Biológicas, Química e Matemática. Neste enquadramento, pretende formar alunos com competências nas tecnologias agroalimentares, com delineamento de perfis característicos das potenciais empresas empregadoras.

Objetivos

A Licenciatura Tecnologia Agro-Industrial adopta uma perspectiva de empregabilidade nos planos nacional e internacional e pretende desenvolver uma sólida formação concetual e pragmática no âmbito das tecnologias de última geração, com aplicação na produção de matérias-primas e desenvolvimento de produtos transformados no sector agro-alimentar. Neste enquadramento, os objetivos deste ciclo de estudos consideram o desenvolvimento de competências para:

1- Otimização de processos produtivos e transformação inteligente de bens, considerando impactes sociais, económicos e ambientais;

2- Incrementar a eficiência dos sistemas de automação, informáticos e de conversão e utilização de energia, visando ganhos de escala e de gama;

3- Aumentar a valorização comercial de produtos agro-alimentares junto do consumidor, a par da garantia da qualidade e segurança agro-alimentar.

Saídas profissionais

  • Indústrias alimentares (Produtos animais e Vegetais, Óleos e Azeites)
  • Empresas Agrícolas públicas e privadas, agrupamentos de produtores e outras associações agro-pecuárias
  • Controlo de Qualidade
  • Planeamento e Projetos Industriais
  • Consultoria e Auditoria; Estratégias de Marketing e Comercialização
  • Investigação Científica e Ensino
  • Administração Pública, Central e Local

Plano Curricular

Propinas 2023/2024

Estudantes nacionais: 697 Euros/anual

Estudantes internacionais: 7000 Euros/anual

(Os estudantes de países da CPLP poderão candidatar-se a uma redução de até 50% da propina, mediante a avaliação das seguintes condições:

a) 1.º Inscrição: os estudantes devem evidenciar através dos seus certificados académicos que o seu desempenho escolar se situa no primeiro quartil da escala de avaliação utilizada no sistema do seu país ou escola de origem;
b) Inscrições posteriores (independentemente do ano de ingresso): exclusivamente por mérito escolar, isto é, aprovação em todas as UC em que o estudante se inscreveu no ano anterior, perfazendo 60 ECTS em cada ano.)

Candidaturas

Condições de acesso para o ano letivo de 2023/2024

Vagas para 2023/2024:

a definir

Provas específicas:

Um dos seguintes conjuntos:

02 Biologia e Geologia

02 Biologia e Geologia + 16 Matemática

02 Biologia e Geologia + 07 Física e Química

Classificação mínima na(s) prova(s) específica(s): 95

Classificação mínima na candidatura: 95

Fórmula de ingresso:

65% da classificação final do Secundário
35% da classificação final na(s) prova(s) específica(s)

Coordenador do curso:

Professor Fernando Lidon

ltai.coordenador@fct.unl.pt

Registo e Acreditação

DGES

Registo n.º R/A-Cr 143/2022 em 12/07/2022

A3ES

Data de publicação da decisão de acreditação: 07/07/2022

Validade da acreditação:
6 anos contados a partir de 31/07/2022

Sobre o Departamento de Ciências da Terra

O Departamento de Ciências da Terra (DCT) da NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA, cujo regulamento foi revisto (DR 99, 2.º série de 23 de Maio de 2011), constitui unidade de ensino graduado e pós-graduado e de investigação, nos domínios da Ciência e Engenharia Geológica e nos destes afins ou interdisciplinares. Cabe-lhe promover o desenvolvimento científico e tecnológico, a prestação de serviços, atividades de extensão universitária e desenvolvimento de atividades de divulgação.

Saber mais