Faculdade

Candidaturas Abertas

Titulares de Cursos Superiores, Médios e Pós-Secundários

 

Submeter candidatura online (Titulares de cursos superiores, médios e pós secundários)

 

Quem pode candidatar-se

São abrangidos por este concurso os estudantes que, cumulativamente:

  1. Sejam titulares do grau de bacharel, licenciado, mestre ou doutor; 
  2. Sejam titulares de um diploma de especialização tecnológica obtido nos termos do Decreto-Lei n.º 88/2006, de 23 de maio;
  3. Sejam titulares de um diploma de técnico superior profissional obtido nos termos do Decreto-Lei n.º 43/2014, de 18 de março;
  4. Não estejam abrangidos pelo estatuto de estudante internaciona

Nota: Os titulares dos extintos cursos do Magistério Primário, de Educadores de Infância e de Enfermagem Geral que comprovem, simultaneamente, a titularidade de um curso do ensino secundário, complementar do ensino secundário ou do 10º/11º anos de escolaridade podem concorrer no âmbito deste concurso especial.

 

Cursos a que se podem candidatar

  1. Os candidatos a que se refere a alínea a) do ponto anterior podem candidatar-se a qualquer curso. 
  2. No caso dos candidatos a que se referem as alíneas b) e c) têm prioridade os cursos com protocolo com a FCT-UNL.

Condições de acesso

Regulamento da FCT NOVA

Regulamento da FCT NOVA (Diário da República)

Na sequência da publicação do Decreto-Lei n.º 113/2014 de 16 de julho, e não se encontrando ainda publicado em Diário da República a revisão do Regulamento da FCT_UNL, chama-se a atenção do seguinte:

No caso dos Titulares de um diploma de especialização tecnológica (CET) e Titulares de um diploma de técnico superior profissional (CTSP), a candidatura a um ciclo de estudos de licenciatura ou integrado de mestrado está condicionada:

  1. À realização dos exames nacionais do ensino secundário correspondentes às provas de ingresso exigidas para o ingresso no ciclo de estudos em causa através do regime geral de acesso e ingresso regulado pelo Decreto-Lei n.º 296-A/98, de 25 de setembro; e
  2. À obtenção nesses exames de uma classificação não inferior à classificação mínima fixada pela instituição de ensino superior nos termos do artigo 25.º do Decreto-Lei n.º 296-A/98, de 25 de setembro.

Critérios de seriação

A ordenação final dos candidatos é feita de acordo com o valor F, resultante da aplicação da seguinte fórmula:

F = Mc + (Mr x ECTSr/ECTSt)

- Mc - classificação final do curso médio ou superior, ou classificação final obtida no diploma de especialização tecnológica, consoante os casos; 

- Mr - Média das unidades curriculares relevantes do ponto de vista programático, entendendo-se como tal as unidades curriculares que serão posteriormente creditadas no ciclo de estudos a que se candidata, realizadas no curso médio ou superior anterior ou no curso de especialização tecnológica;

- ECTSr - Número de ECTS das unidades curriculares relevantes do ponto de vista programático para o ciclo de estudos a que se candidata, realizadas no curso médio ou superior anterior ou no curso de especialização tecnológica;

- ECTSt – Número total de ECTS do ciclo de estudos a que se candidata.

 

Documentos necessários para a candidatura

  • Preenchimento do formulário electrónico;
  • Documento de identificação (B.I. ou cartão de cidadão);
  • No caso de Titulares de um diploma de especialização tecnológica (CET) e Titulares de um diploma de técnico superior profissional (CTSP) é necessária ficha dos exames nacionais do ensino secundário, emitida pelo Ministério da Educação (Ficha ENES);
    Exemplo deste tipo de documento: PDF
  • Certificado de habilitações com todas as disciplinas discriminadas;
  • Programas de todas as disciplinas realizadas, com indicação da respectiva escolaridade e ano de validade; os programas deverão estar ordenados alfabeticamente, a fim de facilitar a respectiva análise pelos docentes.
  • Pagamento dos respectivos emolumentos: € 70. O prazo da referência multibanco para o pagamento de uma taxa de candidatura, é de 7 dias a contar do dia em que o candidato submeteu a sua candidatura e a solicitação de referências multibanco apenas pode ser efetuada até ao dia anterior à data limite de pagamento. As candidaturas não pagas serão automaticamente  excluídas. (VEJA COMO PROCEDER PARA O PAGAMENTO DE TAXAS DE CANDIDATURA). Esta taxa não é reembolsável em nenhuma situação.

Calendário do concurso

 Ação Prazo

Período de candidatura

14 a 25 de junho
Divulgação de resultados adiada para o final de 27 de julho
Pedido de Matrícula digital 23 de julho a 6 de agosto
Reclamação sobre colocações até 30 de julho
Decisão sobre reclamações até 10 de setembro
Pedido de matrícula digital para reclamações atendidas até 17 de setembro

Resultados do concurso

Matrículas

São feitas digitalmente (mediante pedido do interessado no prazo indicado no calendário do concurso).

Creditação de conhecimentos

A creditação de conhecimentos e competências académicas, profissionais ou adquiridas pode ser requerida pelos interessados, no acto da matrícula, mediante entrega dos programas autenticados das unidades curriculares a que é requerida creditação.

Custos da creditação de conhecimentos (conforme tabela de emolumentos da UNL)

Regulamento de creditação de conhecimentos da FCT NOVA

Propinas e seguro escolar

a) As propinas são devidas no ato de matrícula ou inscrição, podendo ser pagas em prestações, nos termos do regulamento aprovado.
b) O facto de os estudantes não frequentarem o curso ou desistirem não lhes confere o direito à restituição das importâncias pagas, nem à anulação da dívida.

O valor integral das propinas para 2021/22 é: 697 €.

Forma de pagamento: exclusivamente por Multibanco.

Seguro escolar: 1,40 €