Ensino

Mestrado em Biologia Computacional e Bioinformática

A biologia está a sofrer o impacto de uma transformação digital impulsionada pelo rápido desenvolvimento de algoritmos computacionais e métodos de inteligência artificial, que revolucionaram a análise de sistemas biológicos e as tecnologias farmacêuticas e médicas associadas.
O Mestrado em Biologia Computacional e Bioinformática (MCBBI) da Universidade NOVA de Lisboa proporciona uma formação multidisciplinar na interface entre as Ciências da Vida e as Tecnologias de Informação. Este curso avançado é implementado por cinco Escolas complementares da NOVA: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT NOVA), Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier (ITQB NOVA), a Faculdade de Ciências Médicas (NOVA MS), o Instituto Superior de Estatística e Gestão de Informação (NOVA IMS ) e o IHMT-Universidade NOVA de Lisboa.
O curso oferece uma formação prática sólida nas áreas fundamentais da biologia computacional e bioinformática para alunos licenciados em Ciências da Vida, baseando-se numa estrutura flexível composta por um tronco comum e dois ramos. O tronco comum desenvolve nos alunos a proficiência em informática, matemática e inteligência artificial expondo-os às diferentes vertentes da biologia computacional. Os alunos podem de seguida especializar-se num dos dois ramos: Multi-Ómicas para as Ciências da Vida e da Saúde e Simulação de Biosistemas para as Ciências da Vida e da Saúde.

Mais informações em http://masters.unl.pt/computationalbiology/.

Propinas

Estudantes nacionais: 1500 Euros/anual

Estudantes internacionais: 7000 Euros/anual

Candidaturas 
(exclusivamente no ITQB NOVA, onde decorre a edição 2021/22)

1ª Fase: 1 a 31 de Março (15 vagas)
2ª Fase: 7 de Abril a 22 de Julho (25 vagas)
3ª Fase: 27 de Julho a 15 de setembro (vagas sobrantes)

Plano curricular

Candidaturas

Condições de acesso para o ano letivo de 2021/2022

Vagas para 2021/2022:

40

Regras de acesso:

1. Titulares do grau de Licenciatura, Mestrado ou Mestrado Integrado, ou equivalente, nas áreas de Biologia, Bioquímica, Química, Engenharia Química, Engenharia Biológica, Engenharia Biomédica ou afins. Os titulares de uma licenciatura em Matemática, Informática ou áreas afins serão avaliados pela Comissão Científica do Mestrado, podendo haver necessidade de realização de unidades curriculares adicionais;
2. Titulares de um grau académico estrangeiro em qualquer das áreas científicas acima referidas, conferido no final de um 1.º ciclo de estudos de acordo com o Processo de Bolonha;
3. Titulares de um grau académico estrangeiro em qualquer das áreas científicas acima referidas, reconhecido como cumprindo os objectivos do grau de licenciado pelo Conselho Científico das instituições coordenadoras (FCT NOVA e ITQB NOVA);
4. Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional nas áreas científicas referidas no n.º 1, reconhecido como atestando capacidade para realização do curso de Mestrado pelo Conselho Científico das instituições coordenadoras (FCT NOVA e ITQB NOVA), sob proposta de Comissão Científica do Mestrado.

Classificação:
1. Nota do curso;
2. Currículo acadêmico e científico;
3. Currículo profissional;
4. Possível entrevista.

Os alunos que ainda não concluíram a Licenciatura podem-se candidatar em qualquer fase, sendo avaliados com base nas notas. Dependendo da posição no ranking, podem ser aceites condicionalmente mas só podem matricular-se quando estiverem na posse do certificado de Licenciatura.

Coordenadora do curso (FCT):

mbcbi.coordenador@fct.unl.pt

Registo e Acreditação

DGES

Registo n.º R/A-Cr 72/2020 em 14/07/2020

A3ES

Data de publicação da decisão de acreditação: 29/04/2020

Validade da acreditação:
6 anos contados a partir de 31/07/2020

Sobre o Departamento de Ciências da Vida

O Departamento de Ciências da Vida (DCV) incide a sua atividade no ensino e investigação em domínios da Biologia fundamental relevante para aplicação em áreas da Biotecnologia e Biomedicina.

O DCV é responsável pela Licenciatura em Biologia Celular e Molecular (1.º Ciclo), pelo Mestrado em Genética molecular e Biomedicina (2.º Ciclo) e pelo Programa de Doutoramento em Biologia (3.º Ciclo), colaborando em vários cursos da NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA e da NOVA.

O DCV integra uma Secção Científica que agrupa as áreas científicas de Microbiologia, Genética e Biologia Celular. Desenvolve atividades de investigação científica e tecnológica em parcerias nacionais e internacionais, participando em projectos de I&D em Microbiologia, Genética Molecular e Humana, Biotecnologia, Nanobiotecnologia e Biologia Celular.

Saber mais