Mestrado em Engenharia Geológica

Ensino

Mestrado em Engenharia Geológica

Objetivos

O Mestrado em Engenharia Geológica destina-se a formar profissionais especialistas capazes de resolver problemas de engenharia que envolvam a Terra e o seu funcionamento como um sistema geodinâmico. São objectivos gerais:

Aprofundar a formação recebida num 1º ciclo, que permita ganhar competências e conhecimentos para o desenvolvimento autónomo de tarefas, nomeadamente, aplicação de novas metodologias e optimização de processos industriais, na prossecução da garantia da qualidade e segurança em engenharia, tendo em atenção os inerentes impactes sociais, económicos e ambientais.

Formar Engenheiros Geólogos de banda larga, facilitando a mobilidade na profissão de acordo com as necessidades do mercado, a nível nacional e internacional, desde a indústria e serviços à investigação e desenvolvimento.

Estrutura

Plano curricular

Saídas profissionais

A experiência e saídas profissionais dos engenheiros geólogos da FCT NOVA, iniciada em 1987, pode ser agrupada nas áreas de engenharia geoambiental, georrecursos e geotecnia, em Portugal e no estrangeiro.

Os empregadores de Engenheiros Geólogos são empresas e instituições que se dedicam mais concretamente à:

  1. Prospecção e pesquisa (p.ex. de recursos minerais ou de parâmetros geotécnicos e geoambientais);
  2. Exploração de recursos minerais (p.ex. minas e petróleos);
  3. Consultoria e projecto;
  4. Construção civil e obras públicas (p.ex. empresas de construção);
  5. Venda e consultoria de equipamentos e consumíveis;
  6. Centros e laboratórios de investigação.

Propinas 2020/21

Estudantes nacionais (já inscritos em 2019/20): 1063,47 €/anual

Estudantes nacionais (ingresso em 2020/21): 1500 €/anual  

Estudantes internacionais: 7000 €/anual

(Os estudantes de países da CPLP poderão candidatar-se a uma redução de até 50% da propina, mediante a avaliação das seguintes condições:

a) 1º Inscrição: os estudantes devem evidenciar através dos seus certificados académicos que o seu desempenho escolar se situa no primeiro quartil da escala de avaliação utilizada no sistema do seu país ou escola de origem;
b) Inscrições posteriores (independentemente do ano de ingresso): exclusivamente por mérito escolar, isto é, aprovação em todas as UC em que o estudante se inscreveu no ano anterior, perfazendo 60 ECTS em cada ano.)

 

Horário de funcionamento

Diurno

Candidaturas

1ª Fase: 1 de maio a 24 de julho
2ª Fase: 26 de agosto a 14 de setembro 2020

Os candidatos aceites terão de pagar (no prazo máximo de 7 dias seguidos a partir da data de colocação) uma taxa no valor de 100 euros, não reembolsável, a deduzir, após a matrícula, no valor total da propina.
O não-pagamento dentro deste prazo implica a exclusão automática do candidato. Não são consideradas exceções  nem pagamentos em atrasoQualquer pagamento realizado fora de prazo não será restituídomantendo-se o candidato excluído.

Candidaturas

Condições de acesso para o ano letivo de 2020/2021

Vagas para 2020/2021:

25

Regras de acesso:

  1. Titulares do grau de licenciado (pré-Bolonha ou 1º ciclo pós-Bolonha) em Engenharia Geológica, Engenharia Geológica e Mineira, Engenharia de Georrecursos, Geoengenharia, Engenharia Geoambiental, Engenharia de Minas, Engenharia Civil, Geologia, Geofísica e Ciências da Terra e da Atmosfera, áreas afins ou equivalente legal, com um número mínimo de 180 ECTS;

  2. Titulares de um grau académico superior estrangeiro com as designações referidas no ponto anterior, reconhecido como satisfazendo os objectivos do grau de licenciado. Requer aprovação do Conselho Científico da FCT-UNL, após aceitação da candidatura pela Comissão Científica do Mestrado em Engenharia Geológica;

  3. Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pela Comissão Científica do curso.

Critérios de seriação:

  1. Classificação do curso anterior;
  2. Currículo académico e científico;
  3. Currículo profissional;
  4. Eventual entrevista.

Coordenadora do curso:

Professora Ana Paula Silva 

meg.coordenador@fct.unl.pt

Registo e Acreditação

DGES

Registo n.º R/A-Cr 63/2014 em 20/05/2014

A3ES

Acreditação prévia em 08/04/2014, por 6 anos

Sobre o Departamento de Ciências da Terra

O Departamento de Ciências da Terra (DCT) da FCT NOVA, cujo regulamento foi revisto (DR 99, 2.º série de 23 de Maio de 2011), constitui unidade  de ensino graduado e pós-graduado e de investigação, nos domínios da Ciência e Engenharia Geológica e nos destes afins ou interdisciplinares. Cabe-lhe promover o desenvolvimento científico e tecnológico, a prestação de serviços, atividades de extensão universitária e desenvolvimento de atividades de divulgação.

Saber mais