Mestrado em Engenharia de Micro e Nanotecnologias

Ensino

Mestrado em Engenharia de Micro e Nanotecnologias

120 ECTS; 2 anos (4 semestres)

Objetivos

O Mestrado em Engenharia de Micro e Nanotecnologias (MEMN) visa lançar no mercado de trabalho Mestres com uma formação científica sólida capaz de ajudar as empresas a enfrentar os desafios de competitividade global nas áreas das Micro e Nanotecnologias.

Pretende-se gerar competências em áreas do saber disruptivas e inovadoras, ligadas à Excelência da Investigação Científica, através de:

Fornecimento de competências e conhecimentos na área da Microeletrónica e das Nanotecnologias; formação científica sólida multidisciplinar nas áreas da Electrónica, Matemática e da Física e Química ainda Empreendedorismo, Gestão e Inovação; Formação sólida e multidisciplinar em Tecnologias da micro e nano fabricação e aplicações dos nanomateriais nas Ciências da Vida, Biotecnologia, Micro/Nano-electrónica; Incentivo à criatividade e resolução de problemas; Fomentação de capacidades de trabalho de equipa, liderança e empreendedorismo.

O MEMN conta com o apoio do centro de Investigação CENIMAT/I3N, que possui grande reconhecimento internacional e onde é líder em áreas como a electrónica transparente; papel electrónico; nanotecnologias aplicadas à electrónica; processamento de nano dispositivos; Células Solares Photovoltaicas; Nanomateriais inteligentes e Nanobiossensores

Plano curricular

Saídas profissionais

Os formados no Mestrado em Micro e Nanotecnologias, têm saídas profissionais no mercado global, com principal enfoque no mercado europeu em áreas ligadas às tecnologias de ponta, com uma forte componente de liderança e empreendedorismo com base em investigação científica. São exemplos a Navigator, a Microsoft, a indústria automóvel, a indústria ligada à farmacêutica e biotecnologia, a indústria da microelectónica e laboratórios de investigação, como o I3N, o INL e o AlmaScience.

Área Científica

Engenharia de Materiais 
Engenharia Industrial 
Competências Complementares
Qualquer Área Científica 
Eng.Materiais/Eng.Eletrotécnica e Computadores/Eng.Industrial/Química / Eng.Biomédica /
Informática / Matemática / Biotecnologia / Ciências Humanas e Sociais

Plano Curricular

1º Ano


1º SEMESTRE
Microeletrónica: Sistemas eDispositivos 
Biossensores 
Biomateriais 
Opção A
Opção B 


2º SEMESTRE
Microeletrónica: Projecto e Simulação 
Planeamento e Controlo da Qualidade
Opção E 
Opção F 
Unidade Curricular do Bloco Livre B


2º TRIMESTRE
Empreendedorismo 


2º Ano


1º SEMESTRE
Nanofabricação e Caracterização de Nanoestruturas
Optoeletrónica 
Iniciação à Dissertação 
Opção C 
Opção D 
Unidade Curricular do Bloco Livre B


2º SEMESTRE
Dissertação em Engenharia de Micro e Nanotecnologias


1º e 2º Ano - Grupo de Opção A, B, C e D - (1º Semestrte)
Gravação Eletrónica de Informação 
Sensores: Materiais e Aplicações
Materiais e Sistemas Inteligentes 
Materiais Mesomorfos e Aplicações 
Materiais Celulósicos e Papel 
Espumas e Materiais Celulares 
Conceção de Sistemas Digitais 
Eletrónica de Radiofrequência 
NanocircuitoseSistemasAnalógicos 
Bioquímica Analítica 
Biologia Celular C 
Neurobiologia 
Engenharia de Células e Tecidos 
Processamento de Imagem Médica
Inteligência Artificial 
Aprendizagem Automática 
Energia Fotovoltaica: Materiais e Aplicações


1º Ano - Grupo de Opção E - 2º Semestre
Materiais e Tecnologias de Mostradores 
Degradação e Proteção de Superfícies
Materiais para a Conversão e Armazenamento de Energia
Modelação Computacional de Materiais 
EDA/CAD para Nanoeletrónica 
Eletrónica para Micro-Sistemas Biomédicos e Multimédia 
Eletrónica de Reduzida Tensão e Gestão de Potência
Eletrónica III 
Eletrónica IV 
TópicosAvançadosemProcessamento Digital de Imagem
Tecnologia das Energias Renováveis 
Programação Avançada para Ciência e Engenharia de Dados 
Bioeletroquímica 
Fotoquímica 
Tecnologia de Enzimas 
Processamento de ImagemMédica


1º Ano - Grupo de Opção F – 2º Semestre
Macroeconomia e Globalização 
Microeconomia 
Gestão de Empresas 
Sociologia das Organizações 
Sociologia das Novas Tecnologias de Informação
Finanças para Empreendedores 
Eletrobiotecnologia 

Testemunho

José Rui Silva (ex-aluno) actualmente empregado na SRON

Antes de entrar para a faculdade eu não sabia bem o que queria seguir, indeciso entre áreas como aeroespacial, biotecnologia e nanotecnologia acabei por me candidatar a estas opções acabando por entrar em Eng. de Micro e Nanotecnologias em 2011. Apesar de não ter sido a minha primeira escolha rapidamente me apercebi que acabei no melhor sítio possível, e hoje, a tirar um doutoramento em Instrumentação para Espaço sinto que o curso foi a perfeita escolha no meu percurso académico.

O curso oferece uma excelente cobertura das mais variadas áreas relacionadas com a nanotecnologia, indo dos materiais a microeletrónica, abordando técnicas de instrumentação tao críticas para o estudo e manipulação desta escala ínfima da matéria, passando pelos biomateriais e biossensores entre tantos outros tópicos. Senti acima de tudo que sai do curso com uma excelente e extensa base de conhecimento sobre o que se faz em nanotecnologia permitindo me uma escolha mais informada da carreira que desejava seguir. Para somar a isto durante o nosso percurso académico tivemos a honra de ser ensinados por professores e investigadores de renome internacional bem como de realizar experiências utilizando equipamento na vanguarda da tecnologia dando-nos um vislumbre do que e trabalhar a nano escala.

A FCT NOVA e também ela uma faculdade que nos acolhe e recebe de braços abertos, num ambiente de companheirismo e entreajuda, dando nos todas as condições que nos permitem explorar e potenciar o melhor que há de nós. Com um perfil académico que se destaca do resto do país através da introdução do perfil intercalar, um trimestre entre os semestres, que complementa o nosso ensino através de soft skills, estágios e experiências relacionadas com o empreendedorismo.

Tudo isto contribuiu para que hoje esteja a trabalhar num projeto de instrumentação para o Espaço, onde sou o responsável pelo desenvolvimento das camaras que serão utilizadas no telescópio GUSTO da NASA onde acabo por combinar duas grandes paixões minhas, Espaço e Nanotecnologia. Apesar de neste trabalho ter de aprender muitas coisas novas, sinto que o que aprendi ao longo dos 5 anos no curso me permitiu rapidamente adaptar e captar o conhecimento necessário para as exigências apresentadas.

Propinas

Estudantes nacionais: 1250 Euros/anual

Estudantes internacionais: 7000 Euros/anual

 

Candidaturas

1ª Fase: 15 fevereiro a 15 de março

2ª Fase: 1 de junho a 12 de julho

3ª Fase: 25 de julho a 28 de agosto

TAXA DE ACEITAÇÃO NO MESTRADO:
Os candidatos aceites terão de pagar (no prazo máximo de 7 dias seguidos a partir da data de colocação) uma taxa no valor de 100 euros, não reembolsável, a deduzir, após a matrícula, no valor total da propina.
O não-pagamento dentro deste prazo implica a exclusão automática do candidato. Não são consideradas exceções  nem pagamentos em atrasoQualquer pagamento realizado fora de prazo não será restituídomantendo-se o candidato excluído.
 

Candidaturas

Condições de acesso para o ano letivo de 2022/2023

Vagas para 2022/2023:

10

Regras de acesso:

1. Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal em Engenharia de Micro e Nanotecnologias, Eng. de Materiais, Eng. Física ou Eng. Eletrotécnica. Candidatos com formações similares serão avaliados com base no seu Curriculum e experiência profissional.

2. Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1.º ciclo de estudos organizado, naquelas áreas, de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo;

3. Titulares de um grau académico superior estrangeiro, naquelas áreas, que seja reconhecido como satisfazendo os objectivos do grau de licenciado pelo Conselho Científico da Faculdade de Ciências e Tecnologia;

4. Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Científico da Faculdade de Ciências e Tecnologia sob proposta da CC do ciclo de estudos.

Critérios de seriação:

1. Classificação de curso;

2. Curriculum académico e científico;

3. Carta de motivação;

4. Eventual entrevista.

Coordenador do curso:

Professor Hugo Águas

memn.coordenador@fct.unl.pt

Registo e Acreditação

DGES

Registo n.º R/A-Cr 201/2021 em 24/06/2021

A3ES

Data de publicação da decisão de acreditação: 25/05/2021

Validade da acreditação:
6 anos contados a partir de 31/07/2021

Sobre o Departamento de Ciência dos Materiais

O Departamento de Ciência dos Materiais (DCM) da NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA foi o primeiro a ser criado a nível Nacional, em 1976, por iniciativa do seu primeiro presidente, o Prof. Leopoldo Guimarães. O objetivo inicial foi o de criar cursos de extensão universitária na área dos materiais conducentes à criação de uma licenciatura de raiz que abrangesse uma vasta gama de domínios científicos, nomeadamente a metalurgia, os materiais semicondutores, os materiais poliméricos e mesomorfos, os materiais cerâmicos e vidros, a cristaloquímica e o controle de qualidade.

Desde então o Departamento de Ciência dos Materiais tem crescido e diversificado as suas atividades, devido essencialmente ao esforço do seu corpo docente e técnico, consubstanciado num vasto número de projetos (académicos e industriais) financiados por entidades Nacionais, Europeias e Internacionais. Tal permitiu a sua moderna adequação às novas tecnologias, dispondo para tal de infraestruturas laboratoriais únicas em Portugal, de ensino e de investigação, reconhecidas internacionalmente e que têm permitido formar Engenheiros de Materiais de elevada qualidade científica e técnica, capazes de responderem às solicitações da sociedade atual.

Saber mais