Mestrado em Microbiologia Médica

Ensino

Mestrado em Microbiologia Médica

A próxima edição do Mestrado em Microbiologia Médica será coordenada pelo ITQB NOVA.
Candidaturas de 3 de maio a 23 de julho de 2021.

A Universidade NOVA de Lisboa, através da Faculdade de Ciências Médicas|NOVA Medical School (FCM|NMS), da NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA, do Instituto de Higiene e Medicina Tropical (IHMT NOVA) e do Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier (ITQB NOVA), confere o grau de mestre em Microbiologia Médica, registado na Direção-Geral do Ensino Superior com o n.º R/B - AD - 5/2008 (acreditação A3ES – 2018 – ACEF/1516/24292).

A 9.ª Edição (anos letivos 2019/2020 e 2020/2021) é coordenada pela FCT NOVA.

Folheto 9.ª edição

A 10.ª Edição (anos letivos 2020/2021 e 2021/2022) é coordenada pelo IHMT NOVA.

FOLHETO 10.ª EDIÇÃO

A 11.ª Edição (anos letivos 2021/2022 e 2022/2023) será coordenada pelo ITQB NOVA.

Duração: 2 anos letivos (4 semestres).

O número mínimo de ECTS para a obtenção do grau é de 120.

Este curso só funcionará se tiver 10 ou mais inscrições confirmadas, conforme decisão do Conselho Executivo da FCT NOVA.

Objetivos

O Mestrado em Microbiologia Médica tem como objetivo geral formar especialistas, numa perspetiva global e multidisciplinar, habilitados com sólida e integrada formação teórica e prática na área da Microbiologia, com capacidades na aplicação das tecnologias de diagnóstico laboratorial mais avançadas, de investigação microbiológica e de controlo e certificação de qualidade de laboratórios de Microbiologia.

Plano curricular

Saídas profissionais

A formação avançada em Microbiologia Médica permitirá o acesso a um desenvolvimento científico-tecnológico correspondente ao 3.º ciclo (Doutoramento). Pode, igualmente, facultar o acesso a áreas de investigação e desenvolvimento (I&D) em sectores de saúde pública nacional ou europeia nomeadamente em:

  • Centros médicos e hospitalares.
  • Laboratórios clínicos e veterinários.
  • Saúde pública.
  • Laboratórios de investigação nas áreas da Microbiologia.

Estrutura e organização

1º ano

O 1º semestre é preenchido pelas unidades curriculares (UCs) nucleares, obrigatórias.

O 2º semestre é flexível, permitindo a seleção de 5 UCs opcionais (de entre um grupo de 16), possibilitando a construção de um percurso curricular adaptado às necessidades específicas de cada mestrando. As UCs são lecionadas maioritariamente em língua portuguesa e têm conteúdos diversificados, mas possuem em comum uma forte componente prática, em particular no 2º semestre. A assiduidade é controlada e a admissão à avaliação está condicionada à presença em 2/3 das aulas (exceto trabalhadores-estudantes).

A escolha das UCs opcionais está sujeita a numerus clausus, com seleção baseada no aproveitamento escolar.

2º ano

Dedicado a trabalho experimental e preparação da dissertação original para obtenção do grau de Mestre em Microbiologia Médica. O tema de dissertação será desenvolvido numa das 4 instituições envolvidas. No entanto, o mestrando é livre de selecionar qualquer outro laboratório, em Portugal ou no estrangeiro (após aprovação da Comissão Científica e nomeação de um coorientador interno).

Propinas 2021/22

Estudantes nacionais: 2500 €/anual

Estudantes internacionais : 2500 €/anual 

Regulamento

Horário de funcionamento

Pós-laboral (de 2.ª a 5.ª feira, das 16h00 às 20h00).

Candidaturas

1ª (e única) Fase: 3 de maio a 23 de julho de 2021.

Candidaturas

Outras datas importantes de candidatura

- Eventuais entrevistas: 27, 28 e 29 de julho de 2021.

- Comunicação de resultados: 30 de julho de 2021.

- Matrículas: 16 a 31 de agosto de 2021.

- Início das aulas: 20 de setembro de 2021 (previsão).

Condições de acesso para o ano letivo de 2021/2022

Vagas para 2021/2022:

Edição coordenada pelo ITQB NOVA

Regras de acesso:

Licenciados ou titulares de habilitações legalmente equivalentes na área das Ciências da Vida e da Saúde (Medicina, Medicina Veterinária, Biologia, Microbiologia, Ciências Farmacêuticas, Enfermagem, e outras áreas afins, a avaliar pela Comissão Científica do curso.

Critérios de seriação:

  1. Classificação da licenciatura ou de outros graus já obtidos pelo candidato;
  2. Currículo académico, científico e técnico-profissional;
  3. Desempenho prévio em área específica do curso e aptidão e interesse para a realização de estudos nas áreas de aplicação do mesmo;
  4. Resultado de eventual entrevista.

Coordenador do curso (na FCT NOVA):

Luís Jaime Mota

mmm.coordenador@fct.unl.pt

Comissão Científica do curso:

Adriano O. Henriques (ITQB NOVA)

Cecília Maria Arraiano (ITQB NOVA)

Isabel Couto (IHMT NOVA)

João Piedade (IHMT NOVA)

José Paulo Sampaio (FCT NOVA)

Luís Jaime Mota (FCT NOVA)

Maria de Jesus Chasqueira (FCM|NMS)

Maria Miragaia (ITQB NOVA)

Paulo Paixão (FCM|NMS)

Ricardo Parreira (IHMT NOVA)

Rita Sobral (FCT NOVA)

Registo e Acreditação

DGES

Registo n.º R/A-Ef 3114/2011 em 18/03/2011

A3ES

Data de publicação da decisão de acreditação: 02/02/2018

Validade da acreditação:
6 anos contados a partir de

Sobre o Departamento de Ciências da Vida

O Departamento de Ciências da Vida (DCV) incide a sua atividade no ensino e investigação em domínios da Biologia fundamental relevante para aplicação em áreas da Biotecnologia e Biomedicina.

O DCV é responsável pela Licenciatura em Biologia Celular e Molecular (1.º Ciclo), pelo Mestrado em Genética molecular e Biomedicina (2.º Ciclo) e pelo Programa de Doutoramento em Biologia (3.º Ciclo), colaborando em vários cursos da NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA e da NOVA.

O DCV integra uma Secção Científica que agrupa as áreas científicas de Microbiologia, Genética e Biologia Celular. Desenvolve atividades de investigação científica e tecnológica em parcerias nacionais e internacionais, participando em projectos de I&D em Microbiologia, Genética Molecular e Humana, Biotecnologia, Nanobiotecnologia e Biologia Celular.

Saber mais