Mestrado em Sociedade Digital

Ensino

Mestrado em Sociedade Digital

Objetivos

Este programa dotará os alunos, oriundos de áreas diferentes, de conhecimentos multidisciplinares rigorosos e atualizados sobre a sociedade e cultura digital e das competências necessárias à avaliação e gestão dos aspetos sociais, culturais e comunicativos de iniciativas de transformação digital. Designadamente:

 

  • Conhecimento e domínio dos estudos da sociedade e cultura digital, incluindo um conjunto de termos-chave em absoluto e aplicados ao domínio do ciclo;
  • Capacidade de pesquisa e interpretação autónoma da produção científica sobre sociedade digital; 
  • Compreensão das relações recíprocas entre os contextos tecnológicos, sociais, culturais e políticos na história da transformação digital;
  • Capacidade de avaliação e análise crítica dos impactos da transformação digital na sociedade atual, nos seus diferentes níveis e âmbitos;
  • Capacidade de aplicar os conhecimentos e competências em ambiente novos e em contextos distintos;
  • Capacidade de conceber, desenhar e monitorar iniciativas sociais, comunicativas ou culturais implementadas em ambientes digitais, tanto em organizações públicas como de tipo empresarial e dirigidas a públicos diferentes;
  • Capacidade de realizar e apresentar de forma autónoma um trabalho científico original, consubstanciado na dissertação final, sobre temas do curso.

Plano curricular

Saídas profissionais

O mestre em Sociedade e Cultura Digital está capacitado para pensar e equacionar as complexidades éticas e práticas da sociedade digital, para dialogar com os vários stakeholders e atores – das organizações às audiências, ou seja dos produtores aos consumidores – e facilitar a implementação transparente, segura e democrática dos sistemas sociotécnicos.

Algumas das áreas em que estas competências são cruciais passam pelo marketing, comunicações e relações públicas, desenho e gestão de estratégias digitais em empresas e organismos de estado, gestão de informação em comunidades online, jornalismo digital, curadoria e gestão digital de arte e património, ensino e educação, política digital (autarquias e organismo centrais de governo) e legislação sobre segurança e privacidade.

Horário de funcionamento

Diurno

Propinas

Estudantes nacionais: 1250Euros/anual

Estudantes internacionais: 7000 Euros/anual

Candidaturas

FaseDatas Comunicação de resultados
1ª Fase23 de junho a 22 de julho de 2021

Até 27 de julho

2ª Fase23 de agosto de 2021 a 15 de setembro de 2021

Até 20 de setembro

Os candidatos aceites terão de pagar (no prazo máximo de 7 dias seguidos a partir da data de colocação) uma taxa no valor de 100 euros, não reembolsável, a deduzir, após a matrícula, no valor total da propina.
O não-pagamento dentro deste prazo implica a exclusão automática do candidato. Não são consideradas exceções  nem pagamentos em atrasoQualquer pagamento realizado fora de prazo não será restituídomantendo-se o candidato excluído.

Candidaturas

Condições de acesso para o ano letivo de 2021/2022

Vagas para 2021/2022:

 15

Regras de acesso:

  1. Titulares do grau de licenciatura do 1º ciclo ou equivalente legal
  2. Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo; ou
  3. Titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciatura pelo Conselho Científico da Faculdade de Ciências e Tecnologia; ou
  4. Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Científico da Faculdade de Ciências e Tecnologia.

Critérios de seriação:

classificação de licenciatura; curriculum vitae; adequação do perfil da licenciatura ao perfil do Mestrado e (apenas se necessário) entrevista.

Coordenadora do curso:

Professora Maria Paula Diogo

msd.coordenador@fct.unl.pt

Registo e Acreditação

DGES

Registo n.º R/A-Cr 179/2021 em 15/06/2021

A3ES

Data de publicação da decisão de acreditação: 20/05/2021

Validade da acreditação:
6 anos contados a partir de 31/07/2020

Sobre o Departamento de Ciências Sociais Aplicadas

O Departamento de Ciências Sociais Aplicadas (DCSA) assegura, na NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA, o ensino e a investigação em áreas exteriores às ciências fundamentais e às engenharias, dando, assim, aos nosso alunos uma formação estruturada na área das ciências sociais aplicadas, que passa por competências nos campos da expressão e comunicação, das relações entre ciência/tecnologia/sociedade (história, filosofia e pensamento contemporâneo) da ética,  da organização do trabalho e da economia, gestão e empreendedorismo.

Saber mais