Mestrado em Engenharia Informática

Ensino

Mestrado em Engenharia Informática

O Mestrado em Engenharia Informática é um 2.º ciclo de estudos de dois anos orientado para a formação de Engenheiros habilitados a intervir nas áreas da Engenharia Informática e das Tecnologias da Informação, compatível com os princípios de Bolonha.

A NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA é pioneira no ensino da Engenharia Informática em Portugal, aliando excelência de ensino e de investigação acumuladas em quase 50 anos de experiência. O Mestrado em Engenharia Informática da NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA forma Engenheiros Informáticos com uma preparação sólida para participar na construção dos sistemas e das tecnologias da informação do futuro.

A Informática é vital para a sociedade moderna. As competências do Engenheiro Informático são essenciais em todas as empresas e organizações ligadas ao desenvolvimento de serviços, sistemas e produtos, em particular, nas que operam na área das Tecnologias da Informação.

Recorrendo a competências avançadas em sistemas distribuídos, computação na Cloud, inteligência artificial e aprendizagem automática, média digital, engenharia de software, segurança, entre outras, os nossos Engenheiros desempenham atividades de inovação em áreas tão distintas como a Transformação Digital, a Agricultura Digital, a Saúde Pública e Medicina Personalizada, os Sistemas de Comunicações, a Ciber-segurança e a Privacidade.

Os docentes do curso possuem vasta experiência e capacidade de inovação, articulando o ensino com a investigação no Centro de Investigação de Excelência NOVA LINCS.

Objetivos

O Mestrado Integrado em Engenharia Informática tem como objetivo formar Engenheiros Informáticos de concepção habilitados a desenvolver atividades de projeto, liderança e inovação.

A estrutura flexível do curso da NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA permite adaptar a formação aos interesses dos alunos, fornecendo uma formação avançada sólida, complementada com a especialização em uma ou mais áreas.

Oferecemos uma visão moderna da formação de um Engenheiro Informático reconhecida pelo mercado. O nosso ensino estimula capacidades de concepção e implementação de soluções inovadoras e de qualidade, assim como a autonomia e adaptabilidade a novos desafios.

O curso conclui com a Dissertação de Mestrado, trabalho individual de investigação e/ou desenvolvimento, podendo ser desenvolvida em contexto académico ou em colaboração académico-empresarial com uma forte componente de transferência tecnológica.

Nos últimos vinte anos, o Departamento de Informática da NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA graduou cerca de dois mil licenciados e mestres em Engenharia Informática.

Destinatários

O curso é oferecido aos titulares de cursos de Licenciatura (1.º ciclo) na área da Engenharia Informática ou afim, fornecendo o grau de Mestre em Engenharia Informática

Plano curricular

Saídas profissionais

Com empregabilidade plena, os Engenheiros Informáticos da NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA ocupam posições de liderança em empresas de referência nas áreas das Tecnologias de Informação e Comunicação, desenvolvendo carreiras com projeção internacional reconhecida e criando empresas inovadoras que operam no mercado global.

Os nossos antigos alunos atuam no desenvolvimento de serviços e produtos em áreas tão diversas, como por exemplo, a Internet, o Ambiente, as Artes, a Banca e Seguros, o Entretenimento, a Energia, a Medicina, as Telecomunicações e os Transportes.

Propinas 

Estudantes nacionais: 1250 Euros/anual

Estudantes internacionais: 7000 Euros/anual

 

Horário de funcionamento

A anunciar brevemente

Candidaturas

FaseDatas Comunicação de resultados
1ª Fase17 a 28 de fevereiro 2021

(não aplicável)

2ª Fase18 de junho a 22 de julho 2021

Até 27 de julho

3ª Fase

30 de agosto a 15 de setembro

Até 20 de setembro

Os candidatos aceites terão de pagar (no prazo máximo de 7 dias seguidos a partir da data de colocação) uma taxa no valor de 100 euros, não reembolsável, a deduzir, após a matrícula, no valor total da propina.
O não-pagamento dentro deste prazo implica a exclusão automática do candidato. Não são consideradas exceções  nem pagamentos em atrasoQualquer pagamento realizado fora de prazo não será restituídomantendo-se o candidato excluído.

Candidaturas

Condições de acesso para o ano letivo de 2021/2022

Vagas para 2021/2022:

35

Regras de acesso:

1. Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal em Engenharia Informática ou curso afim, sujeitos a apreciação curricular;

2. Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1.º ciclo de estudos organizado em Engenharia Informática ou curso afim, de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo;

3. Titulares de um grau académico superior estrangeiro em Engenharia Informática ou curso afim que seja reconhecido como satisfazendo os objectivos do grau de licenciado pelo Conselho Científico da Faculdade de Ciências e Tecnologia;

4. Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Científico da Faculdade de Ciências e Tecnologia.

Critérios de seriação:

1. Afinidade do grau e classificação final do candidato;

2. Currículo académico e científico;

3. Currículo profissional;

4. Eventual entrevista.

Coordenador do curso:

Professor Carlos Viegas Damásio

mei.coordenador@fct.unl.pt

Registo e Acreditação

DGES

Registo n.º R/A-Cr26/2021 em 28/01/2021

A3ES

Data de publicação da decisão de acreditação: 22/01/2021

Validade da acreditação:
6 anos contados a partir de 31/07/2020

Sobre o Departamento de Informática

O Departamento de Informática é uma instituição pioneira e de referência no ensino superior e na investigação científica em Informática em Portugal, tendo já formado milhares de engenheiros informáticos. Atualmente é responsável pela formação de mais de 1200 alunos inscritos em vários cursos e em diversos níveis de formação.

Muitos dos nossos docentes estão associados ao desenvolvimento da Informática no País, por exemplo, na primeira ligação nacional à Internet, na formação dos primeiros doutorados, e na afirmação de Portugal na investigação e inovação em Informática.

Saber mais